Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas core-shell para conversão ascendente para aplicações em nanomedicina

Processo: 13/01226-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 27 de março de 2013
Vigência (Término): 26 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Sidney José Lima Ribeiro
Beneficiário:Karina Nigoghossian
Supervisor no Exterior: Denis Boudreau
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Laval, Canadá  
Vinculado à bolsa:11/15759-7 - Membranas de celulose contendo nanopartículas para conversão ascendente de energia. Fundamentos e aplicações., BP.MS
Assunto(s):Transferência de energia   Terapia fotodinâmica   Nanopartículas metálicas

Resumo

Os conceitos de aumento de fluorescência por ressonância plasmônica e transferência de energia serão aplicados às nanopartículas de vanadato de ítrio dopadas com íons lantanídeos, que vêm sendo estudadas no projeto de mestrado. As potenciais aplicações destas nanopartículas para conversão ascendente de energia dizem respeito à utilização da luz visível emitida quando excitadas no infravermelho de forma a sensibilizar algumas moléculas fotoativas usadas em Terapia Fotodinâmica (TFD). Nanopartículas "core-shell" (YVO4:Ln@Ag/Au@SiO2) serão preparadas, onde Ln= Yb/Ho e Yb/Er, onde Ag/Au pode ser uma casca metálica ou nanopartículas decorando a superfície das nanopartículas de óxido, e onde SiO2 é uma fina camada externa de sílica para facilitar a fixação do fotossensibilizador na nanoetrutura. A caracterização estrutural e espectroscópica das novas partículas será explorada. A validação do fotossensibilizador fotoativado pelas nanopartículas, usando medidas espectrofotométricas e estudos preliminares da TFD, será realizada com modelos de células de câncer. Nanocompósitos preparados a partir de nanopartículas para conversão ascendente e coloides metálicos serão investigados como possíveis carreadores de oxigênio singlete de moléculas fotossensibilizadoras. (AU)