Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo eletroquímico de revestimentos ambientalmente amigáveis para proteção da liga de alumínio ASTM 1200

Processo: 12/22431-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Assis Vicente Benedetti
Beneficiário:Jéssica Verger Nardeli
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/23060-9 - Estudo do mecanismo de corrosão pelas técnicas de SVET e leis em revestimentos ambientalmente amigáveis aplicados na liga de alumínio ASTM 1200, BE.EP.MS

Resumo

No presente projeto será realizada a caracterização por espectroscopia de infravermelho com Transformada de Fourier (FT-IR) e o estudo eletroquímico e de corrosão de filmes orgânicos - inorgânicos aplicados sobre ligas de alumínio AA1200 H14 com a finalidade de proteção contra a corrosão em meios agressivos. Os revestimentos foram designados genericamente por Pol 2, PEC1, PEC2, PEC3. Pol 2 significa oligômero hidroxilado sintetizado a partir do ácido ricinolêico e trimetilolpropano (TMP); PEC 1, PEC 2, PEC 3 significam poliésteres sintetizados a partir do óleo de crambe, misturados nas proporções de 1:2 e 1:3 com H3 (pré-polímero com hexadietileno diisocianato (HDI) e solventes oxigenados tais como acetato de etila + acetato de etilglicol) e H3B (pré-polímero com HDI, solventes oxigenados e biodiesel - acetato de etila + biodiesel). A função desses revestimentos é proteger o substrato contra corrosão, riscos ou lesões do meio ambiente e melhorar a estética da superfície da liga de alumínio. A eficiência dessa proteção depende da qualidade do revestimento, características do substrato, interface revestimento/substrato e ambiente ou meio a que serão submetidos. A resposta eletroquímica e a resistência à corrosão, principalmente em NaCl 3,5% aquoso, serão estudadas por medidas de potencial em circuito aberto EOCP, curvas de polarização linear (LP) e cíclica (CP), voltametria cíclica (CV), espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) e, se possível, por medidas de ruído eletroquímico (ENA). Após a caracterização e análise dos resultados eletroquímicos sobre a liga AA1200 com e sem revestimento pretende-se sugerir a possível aplicação dos mesmos para proteção contra a corrosão em diversos setores, tais como: material industrial, embalagens, construção civil, indústrias químicas, farmacêuticas e refrigeração. A possível aplicação a indústrias do setor alimentício e em utensílios domésticos poderá ser investigada futuramente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NARDELI, J. V.; SNIHIROVA, D. V.; FUGIVARA, C. S.; MONTEMOR, M. F.; PINTO, E. R. P.; MESSADDECQ, Y.; BENEDETTI, A. V. Localised corrosion assessement of crambe-oil-based polyurethane coatings applied on the ASTM 1200 aluminum alloy. Corrosion Science, v. 111, p. 422-435, OCT 2016. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NARDELI, Jéssica Verger. Estudo eletroquímico de revestimentos ambientalmente amigáveis aplicados para proteção da liga de alumínio 1200. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Quimica..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.