Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da degradação de tinta imobiliária e seus componentes por fungos mesofílicos

Processo: 12/22272-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Fernando Nogueira Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Acrilatos   Fungos   Degradação   Tintas

Resumo

A indústria de tintas imobiliárias do Brasil vem se desenvolvendo cada vez mais em virtude do aumento do mercado da construção civil, sendo o quinto maior produtor mundial de tintas. As tintas à base de água compreendem uma mistura de materiais orgânicos e inorgânicos, como as resinas, pigmentos, solventes e aditivos, formando uma mistura homogênea e, devido à variedade de compostos utilizados em sua fabricação, as tintas, quando expostas a micro-organismos, estão susceptíveis a contaminação, seja em sua fase de produção, armazenagem ou depois de aplicadas. Os fungos e bactérias se apresentam como os principais organismos de contaminação das tintas. Devido a sua capacidade de colonização deste produto, sugere-se que os fungos sejam capazes de degradar este material, por meio de enzimas extracelulares que quebram as moléculas dos componentes da tinta. Os resíduos da indústria de tintas representam um risco do ponto de vista ambiental, particularmente os resíduos de tintas dispersas em solventes orgânicos, devido ao perigo envolvido no descarte deste material ativo, estudos vêm sendo realizados visando caracterizar, adequar à disposição e reaproveitar os resíduos. Como alternativa aos tratamentos químicos dos resíduos, a biorremediação pode ser utilizada na maioria dos solos e águas contaminados sendo os fatores de maior importância, a disponibilidade do composto e a presença de microrganismos aptos a degradá-los. Desta forma, a presente proposta consiste no isolamento, identificação e seleção de fungos filamentosos mesofílicos, que apresentem alto potencial de degradação e sejam capazes de utilizar os componentes do efluente e da tinta como nutriente e fonte de carbono, aumentando a eficiência no tratamento dos resíduos das fábricas de tintas. Tal conhecimento pode colaborar para o aumento da qualidade na produção das tintas imobiliárias, gerando um produto mais resistente à contaminação pelos microrganismos.