Busca avançada
Ano de início
Entree

Dioniso e o teatro grego: investigações lexicais

Processo: 12/24081-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Maria Celeste Consolin Dezotti
Beneficiário:Mariana Masotti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura grega   Teatro grego   Tragédia (literatura)   Dioniso   Semântica

Resumo

Sendo o teatro grego uma atividade integrante do conjunto de práticas dedicadas à celebração de Dioniso, são notórios os vínculos extratextuais entre esse deus e as performances dramáticas. Contudo, a julgar pelas peças supérstites, é rara a sua presença nas fábulas trágicas e "Bacantes" de Eurípides é a única em que ele comparece como personagem. Mas vale lembrar que o drama satírico também era composto pelos tragediógrafos como a quarta peça da tetralogia trágica apresentada nas Dionisíacas Urbanas e garantia seu vínculo com o deus por meio do coro de sátiros, presença obrigatória nesse gênero. Este estudo pretende investigar os elementos dionisíacos, sobretudo no tocante ao léxico, de "O Ciclope" de Eurípides, único drama satírico preservado. Nossa suposição é que haja um vocabulário "dionisíaco" comum à tragédia e ao drama satírico. Pretende-se colher no texto de "Bacantes" de Eurípides um conjunto de palavras típicas do campo semântico dionisíaco, tal como "bakkheuma", que, por sinal, aparece já nos primeiros versos do prólogo de "O Ciclope", e conferir a presença delas nos 375 versos iniciais desse drama satírico, que serão examinados no original e traduzidos para o português.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)