Busca avançada
Ano de início
Entree

Fronteiras da política: relações e disputas no campo do movimento LGBT em Campinas (1995-2013)

Processo: 12/23435-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Regina Facchini
Beneficiário:Vinícius Pedro Correia Zanoli
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/03706-4 - Disputas políticas LGBT: uma etnografia das relações do movimento LGBT, partidos políticos e o espaço urbano, BE.EP.MS
Assunto(s):Homossexualidade   Movimentos sociais

Resumo

Este projeto é desdobramento de mais de dois anos de pesquisa de iniciação científica que teve como objeto empírico o movimento LGBT (de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) de Campinas e suas relações com outros atores sociais. Insere-se nos estudos de antropologia da política e dos movimentos sociais e nos estudos sobre gênero e sexualidade, dado que seu objeto empírico são as políticas em torno das (homo)sexualidades. Seu objetivo geral é colaborar para o conhecimento sobre movimentos sociais no Brasil contemporâneo a partir da análise do movimento LGBT campineiro. Para tanto, enfatiza: 1) sua relação com outros atores sociais envolvidos nos mesmos processos políticos, com atenção especial para os trânsitos entre diferentes pertencimentos institucionais e para as múltiplas inserções dos sujeitos; 2) a relação de tais ações e atores com o espaço físico em que se estabelecem, dado que o movimento LGBT, tal como organizado no Brasil, tem se constituído como tipicamente urbano, e parte das ações deste movimento em Campinas se dão no espaço da cidade e também por meio de intervenção pública no espaço urbano. Trata-se de pesquisa etnográfica que lança mão de observação participante complementada por entrevistas em profundidade e análise documental, resultando na produção de material empírico que será cotejado com o obtido nas pesquisas anteriores. Entre as situações de campo a serem privilegiadas nesta pesquisa estão atividades que congregam diversos atores sociais, tais como reuniões ampliadas realizadas pelos órgãos públicos voltados à promoção dos direitos de LGBT, as manifestações públicas organizadas na cidade, bem como as paradas LGBT locais e seu processo de organização.