Busca avançada
Ano de início
Entree

Formas plurais: eficiência ou barganha?

Processo: 13/00296-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 17 de setembro de 2013
Vigência (Término): 16 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:Maria Sylvia Macchione Saes
Beneficiário:Paula Sarita Bigio Schnaider
Supervisor no Exterior: Claude Menard
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne, França  
Vinculado à bolsa:11/23495-0 - Formas plurais: eficiência ou barganha?, BP.DR
Assunto(s):Eficiência

Resumo

O presente projeto relaciona-se ao projeto principal da bolsista de doutorado FAPESP "Formas plurais: eficiência ou barganha?" (processo 2011/23495-0) e tem como objetivo solicitar o financiamento da FAPESP para a realização de atividades em Paris para Dupla-Titulação de doutorado (co-tutela) entre a FEA-USP e a Université de Paris 1/Pantheon-Sorbonne. A tese será co-orientada pelo professor Claude Menard, um dos teóricos de maior destaque internacional na área em que a bolsista desenvolve a pesquisa. O estágio trará importantes contribuições teóricas para o desenvolvimento da tese, que visa investigar as motivações para a emergência das denominadas formas plurais. Estas formas consistem da governança de transações similares, dotadas dos mesmos atributos, por meio do uso simultâneo de duas ou mais formas organizacionais, evidenciadas em diversos estudos empíricos e que contrariam a Teoria dos Custos de Transação. Particularmente, analisam-se as hipóteses de eficiência e de barganha como motivadores das formas plurais. As atividades desenvolvidas no exterior compreendem, dentre outras, o curso de disciplinas na Sorbonne, a participação em seminários de tese e a interação com docentes e pesquisadores franceses; de forma a viabilizar a construção do modelo teórico final. Espera-se que o estágio proporcione o estreitamento das relações entre os pesquisadores e as instituições envolvidas, possibilitando a geração de publicações em conjunto e a ampliação da inserção das pesquisas realizadas na USP no cenário internacional. (AU)