Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de loci de microssatélites para o Bicudinho-do-brejo-paulista, Formicivora aff. acutirostris (Passeriformes: Thamnophilidae) por meio de sequenciamento de nova geração

Processo: 13/01602-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Adriane Pinto Wasko
Beneficiário:Crisley de Camargo
Supervisor no Exterior: Harold Lisle Gibbs
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ohio State University, Columbus, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/09105-7 - Análise populacional do bicudinho-do-brejo-paulista, Formicivora aff. acutirostris (Passeriformes: Thamnophilidae): uma espécie recém descoberta no Alto Tietê, São Paulo, Brasil, BP.MS
Assunto(s):Conservação genética   Sequenciamento de nova geração   Repetições de microssatélites   Bicudinho-do-brejo   Espécies em perigo de extinção

Resumo

O bicudinho-do-brejo-paulista (Formicivora aff. acutirostris) é uma espécie endêmica do estado de São Paulo que foi descoberta recentemente na região metropolitana da capital. Ocorre em brejos naturais e devido, principalmente, à destruição do seu hábitat para a construção de hidrelétricas, queimadas e a introdução de espécies exóticas, já se encontra na categoria "Criticamente em Perigo" do Livro Vermelho do Estado de São Paulo. Uma das medidas para a conservação desta espécie refere- se à realização de estudos genéticos para a implementação de um monitoramento e manejo de suas populações. Portanto, um dos objetivos deste trabalho refere-se ao isolamento e caracterização de loci de microssatélites para F. aff. acutirostris dado que, entre os diversos marcadores moleculares atualmente disponíveis para análises de diversidade genética, estes figuram como altamente informativos. De forma a possibilitar o isolamento de um maior número de loci de microssatélites por meio da utilização de sequenciamento de última geração, esta proposta visa o desenvolvimento de atividades em colaboração com uma instituição americana. Com isso, pretende-se fornecer maiores subsídios para estudos populacionais que possam auxiliar na conservação da espécie. (AU)