Busca avançada
Ano de início
Entree

Fototerapia com LED azul sobre células odontoblastoides e células tronco da polpa dental: efeito sobre a produção de proteínas relacionadas ao reparo do tecido pulpar

Processo: 12/17552-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Josimeri Hebling Costa
Beneficiário:Leopoldina de Fátima Dantas de Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/12017-8 - Capacidade de um scaffold a base de quistosana na indução de diferenciação odontogênica de cultura de células pulpares, BE.EP.DR
Assunto(s):Odontopediatria   Odontoblastos   Proteínas   Tecido pulpar   Terapia fotodinâmica

Resumo

A fototerapia tem sido alvo de crescente interesse nas ciências médicas. Considerando que a luz no comprimento de onda do azul já é muito utilizada na Odontologia para ativar a reação de polimerização de materiais como compósitos e sistemas adesivos e que, tem sido demonstrado, o LED azul tem potencial para bioestimular algumas linhagens celulares, torna-se relevante investigar se o uso desta fonte de luz é capaz de promover o reparo do tecido pulpar. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito direto e transdentinário do LED azul, com comprimento de onda de 455 nm, sobre células odontoblastóides (MDPC-23) e tronco extraídas da polpa dentária, quanto a produção de proteínas relacionadas ao reparo deste tecido. Serão utilizadas as doses de 2 J/cm2 e 4 J/cm² selecionadas a partir de estudos piloto. Inicialmente, será determinado o efeito direto do LED azul sobre células tronco e MDPC-23, irradiância de 20 mW/cm². Em seguida, será determinado o efeito fototerapêutico transdentinário do LED, nas mesmas doses, sobre cultura de células MDPC-23, com irradiância de 80 mW/cm². Para esta etapa serão utilizados discos de dentina hígidos com espessura de 0,2 mm. O efeito fototetarpêutico direto e transdentinário será determinado por meio da avaliação do metabolismo celular (MTT assay), formação de nódulos de mineralização (vermelho de alizarina), número de células viáveis Trypan blue), proteína total (método de Lowry), fosfatase alcalina (kit de ALP), deposição de colágeno (Sircol red) e morfologia celular (MEV). Adicionalmente será realizado o ensaio q-PCR para avaliação da expressão dos genes que codificam sialoproteína da dentina (DSPP), proteína da matriz dentinária (DMP-1) e OCT-4. De posse dos resultados dos dois experimentos, efeito direto e transdentinário, será desenvolvido um protótipo com ambas as funções, bioestimulação de células pulpares e fotoativação de polímeros odontológicos. Para avaliar a eficiência do protótipo quanto a fotoativação, será analisado o grau de conversão monomérica de um compósito restaurador por meio da espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR). O efeito fototerapêutico do protótipo será validado pela repetição de alguns testes mencionados anteriormente. Para todos os experimentos, a seleção dos testes estatíscios será baseada nas características dos conjuntos de dados de cada variável resposta, como aderência a curva normal e homocedasticidade. Todas as inferências estatísticas serão feitas considerando-se o nível de significância de 5%. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALMEIDA, Leopoldina de Fátima Dantas de. Efeito  da  fototerapia  com  LED  azul  e  vermelho   sobre  o  metabolismo  de  células  pulpares  em  cultura. 2015. 109 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.