Busca avançada
Ano de início
Entree

Interferência do ruído visual dinâmico na acurácia e na confiança na resposta em tarefas de memória visuoespacial

Processo: 12/19566-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Cognitiva
Pesquisador responsável:Cesar Alexis Galera
Beneficiário:Laís Ferrarez
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Memória de curto prazo   Memória visual

Resumo

O ruído visual dinâmico (RVD) é uma ferramenta experimental utilizada nos estudos sobre a memória visual. Os pesquisadores utilizam esta técnica para testar hipóteses sobre o funcionamento da memória de trabalho, mais precisamente na investigação dos mecanismos de codificação, manutenção e recordação da aparência dos objetos. Existem controvérsias na literatura à respeito do efeito do RVD na acurácia da memória, mas, recentemente foram encontradas evidências de que o ruído reduz a confiança dos participantes na resposta para tarefas de memória visual. Além disto, ainda não está esclarecido o efeito do ruído na memória para a conjunção visual-espacial. Este estudo tem como objetivo avaliar o efeito de interferência do ruído visual dinâmico na acurácia e na confiança na resposta em tarefas de memória para as características visuais e espaciais isoladas e integradas. Os participantes serão testados em tarefas de reconhecimento do item de tons de cores (memória visual), localizações espaciais (memória espacial) e tons de cores em localizações espaciais (memória visuoespacial). Após julgar a igualdade do teste em relação ao conteúdo memorizado, o participante deverá indicar a certeza que tem da resposta dada à tarefa de memória. Caso o ruído visual dinâmico tenha acesso direto ao armazenador visual, espera-se efeito de interferência na acurácia e/ou na confiança da resposta nas tarefas visuais. Adicionalmente, caso seja formada uma representação unitária da conjunção visual-espacial, e esta representação seja mantida no armazenador visual, espera-se verificar uma interferência do ruído na memória para a conjunção visuoespacial. (AU)