Busca avançada
Ano de início
Entree

As vias de Cdc42/N-WASP e Rac1/WAVE2 na dinâmica de actina durante a invasão celular pelos amastigotas extracelulares de Trypanosoma cruzi

Processo: 12/21335-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Renato Arruda Mortara
Beneficiário:Alexis de Sá Ribeiro do Bonfim de Melo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51475-3 - Biologia molecular e celular do parasitismo por Trypanosoma cruzi, AP.TEM
Assunto(s):Biologia celular   Invasão celular   Actinas   Coxiella burnetii   Trypanosoma cruzi

Resumo

A doença de Chagas é causada pelo protozoáriao flagelado Trypanosoma cruzi. A invasão celular pelas formas amastigotas extracelulares (AE) desse parasito é altamente dependente do citoesqueleto de actina da célula hospedeira cujos mecanismos regulatórios durante essa interação ainda permanecem pouco caracterizados. As GTPases Cdc42 e Rac1 estão envolvidas em diversos processos celulares, mas principalmente na regulação do citoesqueleto de actina onde as suas principais moléculas efetoras, N-WASP e WAVE2 respectivamente, atuam crucialmente como nucleadores da polimerização de actina na formação de filopódios e lamelipódios. Muitos trabalhos mostram a participação de ambas as vias - Cdc42/N-WASP e Rac1/WAVE2 - na regulação do citoesqueleto de actina durante a invasão por parasitos e bactérias, porém ainda não foram estudadas na invasão celular por T. cruzi. Nesse sentido o presente projeto prevê avaliar o papel dessas duas vias na dinâmica de actina durante a invasão celular pelos AEs. Para tanto avaliaremos o (i) recrutamento e (ii) invasão pelos AEs e (iii) interação dessas proteínas utilizando células superexpressando estavelmente suas construções nativas e mutantes fusionadas a marcadores fluorescentes assim como sequências de RNA de interferência que reduzam a expressão das mesmas. Esses três aspectos que caracterizarão o papel de ambas as vias na polimerização de actina durante a invasão celular pelos AEs serão avaliados em células fixadas e vivas; este último por meio de microscopia confocal. Por fim, essa estratégia será também utilizada em estudos de coinfecção em células colonizadas pela bactéria Coxiella burnetii, cuja infecção altera a organização do citoesqueleto da célula hospedeira e, provavelmente, a sinalização que o regula.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BONFIM-MELO, ALEXIS; FERREIRA, EDEN R.; FLORENTINO, PILAR T. V.; MORTARA, RENATO A. Amastigote Synapse: The Tricks of Trypanosoma cruzi Extracellular Amastigotes. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, JUN 27 2018. Citações Web of Science: 3.
BONFIM-MELO, ALEXIS; FERREIRA, EDEN R.; MORTARA, RENATO A. Rac1/WAVE2 and Cdc42/N-WASP Participation in Actin-Dependent Host Cell Invasion by Extracellular Amastigotes of Trypanosoma cruzi. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, FEB 28 2018. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.