Busca avançada
Ano de início
Entree

Inserção de jovens no mercado de trabalho: novos contextos e desafios para as políticas públicas de saúde, educação e trabalho

Processo: 12/22005-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Frida Marina Fischer
Beneficiário:Andréa Aparecida da Luz
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde do trabalhador   Qualificação profissional

Resumo

Na sociedade contemporânea a qualificação e a aprendizagem profissional de jovens tornaram-se relevantes, posto que, durante o ensino médio, muitos jovens ingressam no trabalho. Estudo realizado (processo FAPESP nº 2011/00029-3) e em andamento (processo FAPESP nº 2008/51661-9), destacam as dificuldades enfrentadas por aprendizes e estagiários para conciliar qualificação profissional, trabalho e escola, as principais consequências são: redução do tempo para estudar (extraclasse) e na duração do sono noturno, fadiga e sonolência excessivas, comprometimento da saúde e do desempenho na escola. São diversas as formas de qualificação e aprendizagem profissional disponíveis atualmente na sociedade 24 horas, tais como: horários convencionais (entre 7h e 23h) e alternativos (entre 23h e 5h). Neste cenário, pouco se sabe a respeito das mudanças que podem ocorrer na saúde dos jovens que estudam durante a madrugada, e nas repercussões no aproveitamento/aprendizado acadêmico/qualificação. Esse estudo objetiva elucidar aspectos sobre os novos contextos e desafios da inserção de jovens no mercado de trabalho na sociedade 24 horas e a necessidade de olhares entrecruzados de políticas públicas para a juventude acerca do trabalho, educação e saúde. O estudo se desdobrará em duas etapas. Etapa 1: serão entrevistadas pessoas envolvidas no processo de aprendizagem e qualificação profissional de jovens. Na etapa 2: serão convidados jovens estudantes que fazem curso preparatório para o trabalho e aprendizagem profissional de uma Organização Não Governamental de São Paulo, Capital. Ao final deste estudo espera-se subsidiar discussões técnico-científicas sobre os novos contextos de trabalho, aprendizagem e qualificação profissional de jovens.