Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenia do ritmo circadiano do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal em ratos da linhagem Wistar: comparação da expressão dos genes do Sistema "CLOCK" e do ritmo circadiano da corticosterona

Processo: 12/22164-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Ayrton Custodio Moreira
Beneficiário:Silvia Liliana Ruiz Roa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ontogenia   Endocrinologia   Ritmo circadiano   Expressão gênica

Resumo

Os ritmos biológicos resultam da interação do marca-passo circadiano endógeno e os agentes sincronizadores ambientais. Os genes do relógio e proteínas expressas têm sido descritos como responsáveis de criar ciclos moleculares associados com o ciclo de 24h ambiental. A atividade do eixo Hipotálamo-Hipófise-Adrenal (HHA) apresenta um padrão de secreção circadiano, onde níveis circulantes de glicocorticóides flutuam ao longo das 24 horas. De forma recíproca, o eixo HHA influencia a atividade/ritmo circadiano do sistema "Clock", onde os glicocorticóides afetam os relógios periféricos em quase todos os órgãos e tecidos. O núcleo supraquiasmático (NSQ) apresenta ritmicidade na expressão de alguns genes do sistema "Clock" entre o 2° e 10° dia após o nascimento e o ritmo circadiano da secreção de corticosterona plasmática é detectado a partir do 16° dia pós-natal em ratos da linhagem Wistar. Na adrenal do rato adulto há expressão rítmica das proteínas envolvidas na esteroidogênese porem é desconhecida a idade pós-natal em que esta ritmicidade começa se apresentar e se está sincronizada com a ontogenia do ritmo circadiano da expressão dos genes do sistema "Clock" e da secreção de corticosterona. No presente estudo, serão avaliadas as expressões das proteínas CLOCK/BMAL1, PERs, CRYs, ROR, NR1D1 (Western Blotting), e dos genes Clock, Bmal1, Per1, Per2, Per3, Cry1,Cry2, Rev-erb± e ROR± (PCR em tempo real TaqManÔ) no NSQ, e das proteinas StAR e MC2R na adrenal, cujas flutuações circadianas parecem ser moduladas pelo sistema "Clock". Simultaneamente serão determinadas as variações diurnas das concentrações de corticosterona plasmática em filhotes de ratos em diferentes momentos após o nascimento. Diferenças entre os grupos serão analisadas por métodos não paramétricos teste de Mann-Whitney e teste exato de Fisher. Correlações serão calculadas pelo teste de Spearman. O nível de significância adotado será de 5%.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RUIZ ROA, SILVIA LILIANA; MARTINEZ, EDSON ZANGIACOMI; MARTINS, CLARISSA SILVA; ANTONINI, SONIR RAUBER; DE CASTRO, MARGARET; MOREIRA, AYRTON CUSTODIO. Postnatal Ontogeny of the Circadian Expression of the Adrenal Clock Genes and Corticosterone Rhythm in Male Rats. Endocrinology, v. 158, n. 5, p. 1339-1346, MAY 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.