Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito na produção in vitro de embriões bovinos da liberação controlada de FSH na maturação dos oócitos

Processo: 12/24423-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Marcelo Fábio Gouveia Nogueira
Beneficiário:Tulio Gustavo Biazotto Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Nanocápsulas   Liberação controlada de fármacos   Bos taurus indicus   Nanotecnologia

Resumo

A pecuária possui grande influência na economia brasileira. Isso fica evidente pelo fato do país possuir o segundo maior rebanho bovino do mundo. Para garantir a maior produtividade possível nessa área é necessária a seleção genética dos animais por parte dos produtores, o que se dá por meio de diferentes biotécnicas da reprodução. Nesse sentido a produção in vitro (PIV) de embriões surge como uma importante ferramenta para superar as limitações econômicas que processo natural de reprodução impõe. A fase de maturação in vitro (MIV) da PIV é uma das etapas mais importantes para a qualidade e quantidade de embriões viáveis, sendo que a PIV apresenta baixo rendimento devido às grandes diferenças da MIV em relação à maturação natural. Uma destas diferenças é que o procedimento in vitro expõe os oócitos a uma concentração estática e normalmente alta de gonadotrofinas, em particular o hormônio folículo estimulante (FSH). Este projeto de pesquisa tem como objetivo utilizar nanossistemas biocompatíveis para realizar a liberação controlada de FSH, e assim aproximar a MIV às condições encontradas fisiologicamente, melhorando o rendimento da PIV.