Busca avançada
Ano de início
Entree

Infeccções por Aspergillus SP em imunodeprimidos: diagnóstico clínico-laboratorial-molecular e estudos genotípicos e fenotípicos dos isolados

Processo: 13/01310-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Shikanai Yasuda
Beneficiário:Ana Paula Croce
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50212-1 - Infecções por Aspergillus sp. em imunodeprimidos: diagnóstico clínico-laboratorial-molecular e estudos genotípicos e fenotípicos dos isolados, AP.R
Assunto(s):Proteoma   Galactomanana

Resumo

Propõe-se a identificação das espécies de Aspergillus como agentes de Aspergilose Invasiva (AI) em nosso meio em estudo prospectivo de coorte, visando analisar o papel do microorganismo e de possível resistência aos antifúngicos na evolução de pacientes com doença provada, provável e possível, segundo critérios definidos por EORTC/MSG. Pesquisar-se-a o perfil de suscetibilidade aos antifúngicos em pacientes com doença invasiva e colonizados bem como a presença de sinergismo/antagonismo de medicamentos. Será avaliada a acurácia do diagnóstico de imagem com base em dados mais detalhados da tomografia computadorizada no diagnóstico associada aos dados clínicos em comparação às provas imunológicas (galactomanana e ² 1,3 glucana) e moleculares em relação ao tempo de diagnóstico e desfecho da doença. Serão realizados ensaios de imunoproteômica em soros de pacientes com várias formas de aspergilose, visando prospecção de proteínas candidatas a biomarcadores para o diagnóstico da AI, a partir de extratos de hifa/tubo germinativo ou do secretoma deste fungo. Esta avaliação visa à seleção de epitopos específicos que propiciem um diagnóstico precoce, sensível e específico em provas aplicáveis à atenção médica no SUS, com melhor custo-benefício-efetividade do que as provas comerciais disponíveis de alto custo. Será analisada a aplicabilidade da PCR em comparação às provas imunológicas, tanto no sangue, como em lavado bronco alveolar. Estudo genotípico dos isolados será realizado em comparação às provas fenotípicas e visando correlacionar com a gravidade e o desfecho do quadro clínico. Serão incluídos 400 indivíduos a maioria com aspergilose invasiva, além de pacientes com outras doenças infecciosas, controles sadios e portadores de colonização.