Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos peptídeos derivados da POMC na diferenciação e função do córtex adrenal

Processo: 12/23535-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Claudimara Ferini Pacicco Lotfi
Beneficiário:Pedro Omori Ribeiro de Mendonça
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/04758-8 - Caracterização do receptor do peptídeo N-terminal da POMC, BE.EP.PD
Assunto(s):Morte celular   Proliferação celular   Hormônio adrenocorticotrópico   Insuficiência adrenal   Glândulas suprarrenais   Pró-opiomelanocortina   Hormônio adrenocorticotrófico   Camundongos knockout   Modelos animais

Resumo

Estudos com animais "knock-out" para o gene da Pró-opiomelanocortina (Pomc-/-) demonstraram que os animais que sobrevivem à fase adulta apresentam obesidade, defeitos na pigmentação e insuficiência adrenal severa. Quando neonatos, a glândula adrenal estava presente macroscopicamente, entretanto decorridas cinco semanas após o nascimento, há uma atrofia severa de todo o órgão, refletindo a dependência dos peptídeos derivados da POMC para a maturação e manutenção da adrenal. O hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) é considerado o principal fator derivado da POMC atuante na glândula adrenal, seja no desenvolvimento, na manutenção ou corticosteroidogênese. Apesar de existirem evidências que outros fatores derivados da POMC, como os peptídeos da porção N-terminal (N-POMC), possam atuar na manutenção da glândula adrenal, ainda não foi identificada a importância do papel destes peptídeos na diferenciação terminal, maturação, e função do córtex adrenal. Através da obtenção de animais que possuam um sistema "knock-out" condicional Cre-Lox induzível por tamoxifeno, iremos silenciar o gene Pomc em camundongos em períodos específicos do desenvolvimento, (neonato ou jovem adulto) e avaliaremos o papel de diferentes tipos de peptídeos N-POMC, sintéticos e extratos, na arquitetura do córtex adrenal, na função da glândula, na ingestão alimentar e na alteração do peso corpóreo. A arquitetura da glândula será analisada por imunoflurescência utilizando anticorpos para detectar células em proliferação, em apoptose, positivas para enzimas esteroidogênicas, para marcador específico de zona fetal (Zona X), além da detecção de proteínas da matriz extracelular e de vasos. A capacidade funcional da glândula adrenal será analisada por quantificação da concentração plasmática da corticosterona e aldosterona no sangue. Esperamos que os resultados obtidos contribuam para elucidar o papel dos peptídeos N-POMC no desenvolvimento, maturação e função da glândula adrenal.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEDROSO, JOAO A. B.; DE MENDONCA, PEDRO O. R.; FORTES, MARCO A. S.; TOMAZ, IGOR; PECORALI, VITOR L.; AURICINO, THAIS B.; COSTA, ISMAEL C.; LIMA, LEANDRO B.; FURIGO, ISADORA C.; BUENO, DEBORA N.; RAMOS-LOBO, ANGELA M.; LOTFI, CLAUDIMARA F. P.; DONATO, JR., JOSE. SOCS3 expression in SF1 cells regulates adrenal differentiation and exercise performance. Journal of Endocrinology, v. 235, n. 3, p. 207-222, DEC 2017. Citações Web of Science: 2.
IMENEZ SILVA, PEDRO HENRIQUE; MELO, DIOGO; RIBEIRO DE MENDONCA, PEDRO OMORI. Insights from Systems Biology in Physiological Studies: Learning from Context. CELLULAR PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY, v. 42, n. 3, p. 939-951, 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.