Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional de inibidores de serinoproteases presentes no mosquito Aedes aegypti infectados e não infectados com o vírus da dengue

Processo: 12/15191-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Aparecida Sadae Tanaka
Beneficiário:Tatiane Sanches Soares
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/03657-8 - Inibidores e proteases de ectoparasitas: relação de estrutura-função e identificação do papel dessas moléculas na interação de vetores de doenças e seus agentes etiológicos, AP.TEM
Assunto(s):Interferência de RNA   Resposta imune   Aedes aegypti   Dengue

Resumo

A dengue é uma doença grave transmitida pelo mosquito Aedes aegypti durante a alimentação com sangue. Há uma estimativa que o vírus da dengue é transmitido a milhões de indivíduos a cada ano nas regiões tropicais e subtropicais. Como não há vacinas para o controle da dengue, a interrupção da transmissão de dengue tem sido limitada ao controle químico do vetor Ae. aegypti usando inseticidas, mas o desenvolvimento de resistência a inseticidas pelo mosquito tem sido um desafio. Durante a alimentação, as fêmeas do mosquito Ae. aegypti podem ingerir sangue infectado com agentes infecciosos como o vírus, bactérias e fungos, para a proteção contra esses microrganismos o inseto necessita produzir moléculas de defesa. No entanto, ainda há poucas informações sobre quais moléculas são produzidas ou moduladas pelo Ae. aegypti durante a infecção com patógenos. De acordo com resultados recentes da literatura por meio de transcriptomas e análises de microarrays de Ae. aegypti infectado, foi possível identificar vários inibidores de serinoproteases que apresentaram modulação da expressão gênica mediante a infecção pelo vírus da dengue, vírus da febre amarela, vírus do Nilo, e pelas bactérias Escherichia coli e Micrococcus luteus. A partir desses dados, selecionamos cinco inibidores de serinoproteases modulados pela infecção em Ae. aegypti: um inibidor da família Kazal (AAEL006007), já caracterizado bioquimicamente pelo nosso grupo; um da família Kunitz (AAEL010680); um da família da pacifastina (AAEL000551), que possui um único transcrito presente no Ae. aegypti; e dois inibidores da família TIL (AAEL000302 e AAEL000379). Assim, o projeto tem como objetivo a identificação do papel desses inibidores no mosquito Ae. aegypti e a relação destes na interação do mosquito com patógenos, gerando assim um maior conhecimento sobre o papel destes inibidores no inseto durante a infecção. Futuramente, esses inibidores poderão ser usados como alvo para transgenia no controle da infecção do inseto vetor, Ae. aegypti. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES, TATIANE SANCHES; RODRIGUEZ GONZALEZ, BORIS LUIS; SOARES TORQUATO, RICARDO JOSE; ALVES LEMOS, FRANCISCO JOSE; COSTA-DA-SILVA, ANDRE L.; CAPURRO GUIMARAES, MARGARETH DE LARA; TANAKA, APARECIDA SADAE. Functional characterization of a serine protease inhibitor modulated in the infection of the Aedes aegypti with dengue virus. Biochimie, v. 144, p. 160-168, JAN 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.