Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação do estresse de retículo na morte de neutrófilos induzida por ácidos graxos

Processo: 12/15079-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Adriana Cristina Levada-Pires
Beneficiário:Raquel Freitas Zambonatto
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50848-8 - Participação das espécies reativas de oxigênio e ceramidas na morte de neutrófilos humanos induzida por ácidos graxos, AP.JP
Assunto(s):Ácidos graxos   Apoptose   Neutrófilos

Resumo

Neste projeto, estudaremos os mecanismos envolvidos na apoptose de neutrófilos induzida por ácidos graxos (AG), a participação do estresse de retículo neste processo também será investigada. Será avaliado o efeito dos seguintes AG: ácido graxo monoinsaturado oleico (principal constituinte do óleo de oliva e um dos mais abundantes no plasma) e o ácido graxo poliinsaturado n-6 linoléico (principal constituinte do óleo de soja e, portanto, muito abundante na dieta). Neutrófilos humanos serão previamente tratados durante 3 horas, com os ácidos oleico e linoleico em concentração não tóxica (100 µM) e tóxica (250 µM). Os mecanismos envolvidos no processo de morte dos neutrófilos induzido por AG, serão avaliados por fluorometria e western blotting. Será determinado o efeito dos ácidos oleico e linoleico sobre a atividade das caspases 3, 8 e 9 e sobre a expressão das proteínas pró (Bax) e anti-apoptótica (Mcl-1). As vias de indução da morte extrínseca (Bid) e intrínseca com participação da mitocondria (citocromo c) e/ou estresse de reticulo endoplasmático (CHOP, GRP78, PERK, pPERK, eIF2-alfa, peIF2-alfa e caspase 12), também serão investigadas. Para estabelecer a possível participação do estresse de retículo na morte de neutrófilos, as células serão cultivadas com os AG e ácido fenilbutírico (4-PBA - inibidor de estresse de retículo) e em seguida será determinada a viabilidade e a fragmentação dos neutrófilos, por citometria de fluxo.