Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese, caracterização e estudos de docking de sistemas de liberação controlada de fármacos e potenciais fármacos utilizando quitosana como carreador

Processo: 12/22524-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ignez Caracelli
Beneficiário:Stella Hernandez Maganhi
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/05227-6 - Simulação por dinâmica molecular de compostos candidatos a anti-inflamatórios em quitosana, BE.EP.PD
Assunto(s):Difração por raios X   Quitosana   Sistemas de liberação de medicamentos

Resumo

A administração via oral muitas vezes não leva a manter os níveis da biodisponibilidade de um fármaco; para contornar este problema, uma alternativa é direcionar o fármaco ao alvo desejado utilizando-se sistemas poliméricos que auxiliam na absorção deste no lugar desejado. No caso de problemas inflamatórios no intestino (colite ulcerativa e doença de Crohn) isto é bem evidenciado, já que o fármaco ingerido deve passar por todo trato gastrointestinal para chegar ao alvo, assim o sistema de liberação controlada de fármacos (controlled drug delivery) se faz necessário.O sistema polimérico utilizado no sistema de liberação controlada de fármacos deve ser, preferencialmente, insolúvel no pH ácido do estômago (no caso de fármacos onde o alvo é o intestino), dissolva-se na região alvo e seja biodegradável. Assim, este projeto tem como objetivo a formação de um sistema de liberação controlada de anti-inflamatórios para a região do cólon. Como matriz polimérica utilizar-se-á a quitosana, material abundante, de baixo custo e biodegradável na região do cólon. Os anti-inflamatórios utilizados serão os anti-inflamatórios não esteroidais (AINES) comercializados e compostos com ação anti-inflamatória sintetizados pelo Prof. Paulo Olivato do Instituto de Química da USP-SP; a caracterização destes sistemas será realizada utilizando o difração de raios X de amostras policristalinas. Posteriormente serão realizados testes de dissolução dos compostos em diferentes valores de pH que simulem o local de liberação do fármaco no organismo. Para contribuir para o entendimento do modo de ligação do fármaco à quitosana serão realizados cálculos de docking e análise dos resultados e das interações intermoleculares por visualização molecular.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARACELLI, IGNEZ; MAGANHI, STELLA H.; CARDOSO, JOSIANE DE OLIVEIRA; CUNHA, RODRIGO L. O. R.; VEGA-TEIJIDO, MAURICIO ANGEL; ZUKERMAN-SCHPECTOR, JULIO; TIEKINK, EDWARD R. T. Crystallographic and docking (Cathepsins B, K, L and S) studies on bioactive halotelluroxetanes. ZEITSCHRIFT FUR KRISTALLOGRAPHIE-CRYSTALLINE MATERIALS, v. 233, n. 2, p. 113-124, FEB 2018. Citações Web of Science: 0.
CARACELLI, IGNEZ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, JULIO; MADUREIRA, LUCAS SOUSA; MAGANHI, STELLA H.; STEFANI, HELIO A.; GUADAGNIN, RAFAEL C.; TIEKINK, EDWARD R. T. Crystallographic, DFT and docking (cathepsin B) studies on an organotellurium(IV) compound. ZEITSCHRIFT FUR KRISTALLOGRAPHIE-CRYSTALLINE MATERIALS, v. 231, n. 6, p. 321-328, JUN 2016. Citações Web of Science: 3.
RAMALHO, SUELEM D.; DE SOUSA, LORENA R. F.; NEBO, LILIANE; MAGANHI, STELLA H.; CARACELLI, IGNEZ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, JULIO; LIMA, MARIA INES S.; ALVES, MARCIO F. M.; DA SILVA, M. FATIMA DAS G. F.; FERNANDES, JOAO B.; VIEIRA, PAULO C. Triterpenoids as Novel Natural Inhibitors of Human Cathepsin L. CHEMISTRY & BIODIVERSITY, v. 11, n. 9, p. 1354-1363, SEP 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.