Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma metodologia de UHPLC-MS/MS para a análise lipidômica e monitoramento da produção de eicosanóides em amostras biológicas

Processo: 12/23887-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Tânia Petta
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eicosanoides   Espectrometria de massas

Resumo

A lipidômica consiste no estudo qualitativo e quantitativo da composição de lipídeos em um sistema biológico. Dentre as variadas classes de lipídeos, os eicosanoides como leucotrienos (LTs), prostaglandinas (PGs) e lipoxinas (LXs) vêm sendo amplamente estudados por estarem relacionados a várias doenças como câncer, diabete, artrite, asma, doença de Alzheimer, e doenças infecto-contagiosas como a tuberculose (TB). No entanto, a determinação do lipidoma de um sistema biológico representa um grande desafio, uma vez que esses lipídeos são produzidos em baixas concentrações e muitas vezes na forma de moléculas isobáricas ou isoméricas. Neste contexto, a UHPLC-MS/MS (cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial) é uma técnica extremamente versátil que permite uma análise rápida e sensível com alto potencial para caracterizar e quantificar eicosanoides em amostras biológicas complexas. Em vista destes aspectos, nosso projeto visa desenvolver uma metodologia empregando a UHPLC-MS/MS para determinar o perfil de mediadores lipídicos em sistemas biológicos como soro sanguíneo e sobrenadantes celulares. A proposta deste projeto é inovadora e pioneira no Brasil. O método desenvolvido será inicialmente aplicado no estudo sobre a produção de mediadores lipídicos por pacientes com TB ativa ou não, e que são atendidos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Os dados obtidos auxiliarão na compreensão da relação entre a infecção por Mycobacterium tuberculosis (Mtb) e a produção de eicosanóides bem como auxiliar na busca de possíveis marcadores para diferenciar pacientes com TB ativa e latente, de pessoas não infectadas, o que é um grande desafio atualmente no controle da TB. Este método será referenciado para diferentes grupos de pesquisa com propostas semelhantes que trabalham com humanos ou animais. Acreditamos que a abordagem lipidômica será de fundamental importância para uma melhor compreensão do papel de mediadores lipídicos na resposta imune em diversas doenças humanas. (AU)