Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do espaço morto nos distúrbios gasométricos e padrões ventilatórios do sono em Pacientes com DPOC

Processo: 12/05190-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paolo José Cesare Biselli
Beneficiário:Paolo José Cesare Biselli
Anfitrião: Alan Richard Schwartz
Instituição-sede: Hospital Universitário (HU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Johns Hopkins University (JHU), Estados Unidos  
Assunto(s):Hipercapnia   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Sono

Resumo

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é a quarta causa de mortalidade em homens e a quinta em mulheres no Brasil. Durante o sono, os portadores de DPOC apresentam redução em seu estímulo ventilatório o que leva à diminuição do volume corrente e aumento da ventilação de espaço morto. Como resultado, ocorre redução da ventilação alveolar efetiva, produzindo exacerbação noturna da hipercapnia e alterações no padrão respiratório. Em estudos preliminares, encontramos evidências de que o uso da Insuflação Nasal (IN) pode reduzir a ventilação do espaço morto e, consequentemente, a hipercapnia noturna de pacientes com DPOC. A hipótese principal do presente trabalho é que as alterações ventilatórias e gasométricas que ocorrem durante o sono de pacientes com DPOC são principalmente causadas por aumento da ventilação do espaço morto e podem ser revertidas com a administração da Insuflação Nasal. Especificamente, nossos objetivos são: Objetivo Específico 1: Examinar o impacto do volume de espaço morto nas alterações ventilatórias e gasométricas que ocorrem durante o sono de pacientes com DPOC. Nossa hipótese é que volumes crescentes de espaço morto produzem maior hipercapnia e maiores alterações respiratórias noturnas. Objetivo Específico 2: Examinar o efeito da modificação do volume do espaço morto sobre as alterações ventilatórias e gasométricas noturnas em pacientes com DPOC. Nossa hipótese é que a redução do espaço morto atenuará as alterações respiratórias e propiciará uma melhor troca gasosa.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BISELLI, PAOLO; FRICKE, KATHRIN; GROTE, LUDGER; BRAUN, ANDREW T.; KIRKNESS, JASON; SMITH, PHILIP; SCHWARTZ, ALAN; SCHNEIDER, HARTMUT. Reductions in dead space ventilation with nasal high flow depend on physiological dead space volume: metabolic hood measurements during sleep in patients with COPD and controls. European Respiratory Journal, v. 51, n. 5 MAY 1 2018. Citações Web of Science: 7.
BISELLI, PAOLO J. C.; KIRKNESS, JASON P.; GROTE, LUDGER; FRICKE, KATHRIN; SCHWARTZ, ALAN R.; SMITH, PHILIP; SCHNEIDER, HARTMUT. Nasal high-flow therapy reduces work of breathing compared with oxygen during sleep in COPD and smoking controls: a prospective observational study. Journal of Applied Physiology, v. 122, n. 1, p. 82-88, JAN 2017. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.