Busca avançada
Ano de início
Entree

Estruturação populacional das espécies: Triatoma sordida, Triatoma matogrossensis e Triatoma costalimai, baseado em marcadores mitocondriais, microssatélites e morfometria geométrica alar

Processo: 12/19238-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Mauro Toledo Marrelli
Beneficiário:Daniel Pagotto Vendrami
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Triatominae   Epidemiologia   DNA mitocondrial   Repetições de microssatélites   Morfometria geométrica

Resumo

A Doença de Chagas (DC) é uma zoonose que afeta cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil e é transmitida pelos triatomíneos. As populações domiciliadas desses vetores no Brasil encontram-se hoje praticamente eliminadas. No entanto, é aceito que a erradicação dessas populações do ambiente domiciliar possa deixar um nicho ecológico vago que poderá ser ocupado por populações autóctones de triatomíneos, até então estritamente silvestres ou peridomiciliares. As espécies do subcomplexo Triatoma matogrossensis, são encontradas na região central do Brasil. Algumas são encontradas em ambientes rochosos e outras foram capturadas em ambiente doméstico. Analisando a literatura recente nota-se a importância epidemiológica das espécies subcomplexo Triatoma matogrossensis, com tendência a domiciliação e capacidade de transmissão de T. cruzi. Porém, o conhecimento no que se refere a biologia, ecologia e relações filogenéticas das espécies desse subcomplexo ainda é escasso. Assim os objetivos desse trabalho são: (1) Examinar a variabilidade genética e morfológica de populações das espécies do "subcomplexo" matogrossensis; (2) Caracterizar populações de espécies do subcomplexo Triatoma matogrossensis pela geometria da asa; (3) Caracterizar populações de espécies do subcomplexo Triatoma matogrossensis pela geometria da cabeça; (4) Caracterizar populações de espécies do subcomplexo Triatoma matogrossensis pela comparação de sequências dos genes mitocondriais COI, 16S CytB; (5) Caracterizar populações de espécies do subcomplexo Triatoma matogrossensis pela análise de microssatélites.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CERETTI-JUNIOR, WALTER; VENDRAMI, DANIEL PAGOTTO; DE MATOS-JUNIOR, MARCO OTAVIO; RIMOLDI-RIBEIRO, ALINE; ALVAREZ, JULIA VONO; MARQUES, SANDRO; DUARTE, AGNALDO NEPOMUCENO; DA SILVA, RUBENS ANTONIO; DA ROSA, JOAO ARISTEU; MARRELLI, MAURO TOLEDO. Occurrences of triatomines (Hemiptera: Reduviidae) and first reports of Panstrongylus geniculatus in urban environments in the city of Sao Paulo, Brazil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 60, p. -, 2018. Citações Web of Science: 1.
VENDRAMI, DANIEL PAGOTTO; OBARA, MARCOS TAKASHI; GURGEL-GONCALVES, RODRIGO; CERETTI-JUNIOR, WALTER; MARRELLI, MAURO TOLEDO. Wing geometry of Triatoma sordida (Hemiptera: Reduviidae) populations from Brazil. INFECTION GENETICS AND EVOLUTION, v. 49, p. 17-20, APR 2017. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VENDRAMI, Daniel Pagotto. Estudos populacionais de Triatoma sordidae e Triatoma costalimai (Hemiptera:Reduviidae) baseado em marcadores mitocondriais e morfometria geométrica. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Medicina Tropical de São Paulo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.