Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação longitudinal do estado periodontal de indivíduos com fissura de lábio, rebordo alveolar e palato

Processo: 12/21526-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Ana Lucia Pompeia Fraga de Almeida
Beneficiário:Bruno Nicoliello Moreira
Instituição-sede: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fenda labial   Fissura palatina   Doenças periodontais

Resumo

Dentre as malformações da face, as fissuras de lábio e palato, isoladas ou conjuntas, são o terceiro tipo de defeito congênito mais frequente no mundo. Para proporcionar um atendimento multidisciplinar aos pacientes com o intuito de reabilitá-los nos aspectos estético, funcional e psicológico, é necessário conhecer as particularidades dessa população. Sabe-se que alguns pacientes apresentam maior risco de desenvolvimento de alguma forma da doença periodontal, e em um indivíduo há sítios em que a doença se desenvolve enquanto em outros isso não acontece. Nos pacientes com fissura labiopalatina essa condição não deve ser diferente, entretanto existem poucos estudos que analisam qual a prevalência e a incidência da doença nesta população. Por esse motivo, este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente a situação periodontal de indivíduos com fissura de lábio, alvéolo e palato. Serão avaliados 200 indivíduos com fissura labiopalatina que acometem o rebordo alveolar matriculados no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo, em Bauru. Os parâmetros clínicos avaliados serão: medida da profundidade de sondagem do sulco ou bolsa periodontal, medida do nível de inserção clínica, índice gengival, índice de placa, recessão gengival, classificação das recessões gengivais e quantidade de mucosa queratinizada de todos os dentes. (AU)