Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resistência ao arrancamento e do torque de remoção de um novo modelo de implante de zircônia

Processo: 12/23962-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Fernanda de Carvalho Panzeri Pires de Souza
Beneficiário:Renata Espíndola Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Implantes dentários   Zircônia   Propriedades mecânicas   Torque

Resumo

O objetivo desse estudo será avaliar a resistência ao arrancamento e o torque de remoção de um novo modelo de implante de zircônia. Serão obtidos 40 implantes cilíndricos experimentais de corpo único em zircônia dopada com ítrio (10 mm de diâmetro x 4 mm de comprimento), que serão comparados a 40 implantes de Titânio grau III usinados com as mesmas dimensões e características. Os implantes serão parafusados em osso artificial (Nacional Ossos), com 2 mm de espessura simulando osso cortical e os outros 20 mm simulando osso esponjoso utilizando torquímetro digital (TQ 680, Instrutherm), que quantificará o torque (T) necessário para que fique totalmente implantada sua porção radicular. As amostras serão então separadas em grupos (n=10) segundo o tipo de ensaio a que será submetido (arrancamento ou torque de remoção) sendo que metade dos grupos de cada tipo de implante será submetida à fadiga termomecânica (ERIOS) simulando a mastigação humana (1.200.000 ciclos com termociclagem integrada, com temperaturas variando entre 5 e 55°C). Para o ensaio de arrancamento, o conjunto implante/osso artificial será adaptado à máquina de ensaios mecânicos (EMIC DL 2000) e uma alça de aço que atravessará a parte coronária do implante, o tracionará com célula de carga de 100 Kg/f a uma velocidade de 1,0 mm/min e a força máxima de arrancamento (FA) será registrada para cada implante. Para a quantificação do torque necessário para remoção (TR), o torquímetro digital quantificará o maior torque de remoção. Após a realização dos ensaios, os valores encontrados serão avaliados estatisticamente segundo verificação da normalidade. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVEIRA, Renata Espíndola. Avaliação da resistência ao arrancamento e do torque de remoção de um novo modelo de implante de zircônia. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.