Busca avançada
Ano de início
Entree

Maturidade pulmonar em bezerros recém-nascidos hígidos da raça Holandesa: análise do líquido amniótico

Processo: 12/24836-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Roberto Calderon Gonçalves
Beneficiário:Gabriela Nascimento Dantas
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Neonatologia   Bovinos   Sistema respiratório

Resumo

A mortalidade de bezerros nas primeiras 48 horas de vida corresponde à cerca de 7,1% dos animais nascidos. Dentre as afecções que acometem esses animais no período perinatal e neonatal, a síndrome da angústia respiratória (SAR) é a mais comum e se destaca em animais oriundos de partos prematuros e distócicos, assim como em bezerros originários da fertilização in vitro e da clonagem. Sabe-se que uma das principais causas da SAR é a falta de surfactante em quantidade e qualidade adequada. O surfactante, produzido pelos pulmões funcionalmente maduros, é responsável pela prevenção do colapso alveolar e pela capacidade de reduzir a tensão superficial. Muitos estudos foram realizados na área de maturação pulmonar em humanos, sendo as espécies ovina e equina utilizadas como modelo experimental. Em bovinos, os trabalhos relacionados à maturação pulmonar pelos exames no líquido amniótico são escassos. Neste trabalho, será coletado, por via nasotraqueal, líquido amniótico de 50 bezerros holandeses no momento do parto, tendo sua maturidade avaliada por meio de: escore Apgar, características dos pelos, dentição e medida de coluna, e classificados como hígidos. O objetivo é padronizar a maturação pulmonar em bovinos, pela avaliação de Cor e Aspecto, da Contagem de Corpos Lamelares, do Teste do Azul de Nilo, do Teste de Clements e da Pesquisa de Mecônio. Esta última análise será útil para exclusão dos animais que sofreram asfixia neonatal, não sendo, portanto, considerados sadios.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GABRIELA N. DANTAS; BIANCA P. SANTAROSA; VITOR H. SANTOS; FERNANDO J. BENESI; ROBERTO C. GONÇALVES. Evaluation of pulmonary maturity in bovine neonates: analysis of amniotic fluid. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 39, n. 8, p. 600-605, Ago. 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DANTAS, Gabriela Nascimento. Maturidade pulmonar e fetal de bezerros da raça holandesa preta e branca tecém-nascidos, a termo e hígidos : análise do líquido amniótico. 2015. 67 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.