Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficiência da utilização de Lemnáceas em um canal com baixo tempo de residência para o polimento de esgoto doméstico

Processo: 13/00390-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Liliane Lazzari Albertin
Beneficiário:Gustavo Ricci da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Lagoas de estabilização   Sustentabilidade

Resumo

Lagoas com macrófitas flutuantes, em especial as da família Lemnaceae sp., conhecidas como ervilhas-d'água, tem sido satisfatoriamente utilizadas para o polimento de esgotos, gerando uma biomassa com alto valor protéico. Este projeto de pesquisa avaliará a eficiência de remoção de nutrientes, sólidos suspensos, matéria orgânica e patógenos, de um sistema de tratamento que se utiliza de ervilhas-d'água e um canal com baixo tempo de residência para o polimento do efluente gerado na estação de tratamento de esgoto do município de Ilha Solteira, SP. A eficiência de remoção e a produção de ervilhas-d'água serão correlacionadas com as variações climáticas da região em estudo dentro um período de 11 meses. Este projeto é proposto para auxiliar e complementar uma pesquisa financiada pela FAPESP (Bolsa de Mestrado, Processo número 2012/14234-0), na qual será investigada a viabilidade da unidade de tratamento proposta para produção de ervilhas-d'água. Essa biomassa possui grande valor agregado que pode ser promissoramente utilizada na produção de bioenergia. A ideia central é aperfeiçoar o conceito de uma estação de tratamento de esgoto integrada e sustentável: ervilhas-d'água podem ser cultivadas enquanto o esgoto é tratado, de uma maneira simples, econômica e baseada em processos naturais.