Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de raiz fina ao longo de um gradiente altitudinal no Parque Estadual da Serra do Mar

Processo: 13/02413-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Simone Aparecida Vieira
Beneficiário:Mariana Regina Leme Metelo
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/10851-5 - Mudanças globais e tempo de residência do carbono na vegetação e no solo ao longo de um gradiente altitudinal de Mata Atlântica no nordeste do estado de São Paulo - Brasil, AP.BTA.R
Assunto(s):Mata Atlântica   Ecologia vegetal

Resumo

Informações a cerca da produtividade e a forma como as florestas particionam a mesma no espaço e no tempo são de extrema importância em um cenário onde as emissões de dióxido de carbono aumentam a cada dia. No Brasil, os trabalhos que mais tem contribuído para o entendimento do tempo de residência do carbono na vegetação têm sido desenvolvidos na Amazônia, enquanto que a Mata Atlântica (segunda maior floresta tropical do país e considerada um hotspot de biodiversidade), ainda carece de dados. Nesse contexto, o presente trabalho objetivo testar, experimentalmente, as seguintes suposições: i) a taxa de produção de matéria seca de raiz fina aumenta quanto mais elevado o gradiente altitudinal; ii) tais processos são altamente influenciados pelo clima. Para tanto, serão utilizadas 4 ha no Parque Estadual da Serra do Mar, sendo que, em cada um deles, 9 cilindros de malha de polietileno (14cm de diâmetro, 30cm de comprimento e 1cm de abertura) serão estabelecidos. No ato da implantação, será quantificado o estoque das raízes finas (raízes com diâmetro menor ou igual a 2 cm), enquanto que, o monitoramento da produção das mesmas no interior dos cilindros, acontecerá ao longo de um ano em coletas trimestrais. Os resultados obtidos serão comparados entre e dentre as altitudes por meio da análise de variância.