Busca avançada
Ano de início
Entree

Concepção musical das Arias em Maria Tudor de Carlos Gomes: questões de linguagem diante dos desafios dramáticos

Processo: 13/03921-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 31 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Diósnio Machado Neto
Beneficiário:Alana Galhardo Zuchini
Supervisor no Exterior: Annibale Enrico Cetrangolo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università Ca' Foscari Venezia, Itália  
Vinculado à bolsa:11/21171-2 - A concepção musical das Arias em Maria Tudor de Carlos Gomes: questões de linguagem Diante dos desafios dramáticos, BP.IC
Assunto(s):Ópera

Resumo

Pese que Antônio Carlos Gomes seja uma figura brasileira significativa do Segundo Império e que sua música, especialmente operística, alcançou grande êxito devido tamanha versatilidade em introduzir em suas obras elementos característicos de compositores principalmente Italianos como Mascagni, Verdi; e também elementos Wagnerianos. Este projeto pretende discutir, analisar e interpretar a escrita de Antônio Carlos Gomes em sua obra Maria Tudor, de maneira a abordar a psique da personagem e os recursos da técnica vocal utilizada para expressar o tal. Tendo ainda interesse em estudar a inserção de Carlos Gomes no cenário operístico italiano e a sua preocupação com a linguagem operística. Tendo em vista uma possível inserção da pesquisa dentro de uma linha já existente: O estudo da imigração da ópera italiana - Study Group - IMLA; o objetivo deste projeto é buscar uma observação minuciosa do contexto historio em que a obra Maria Tudor se insere, aprofundar e analisar a maneira em que Carlos Gomes representa o estado psicológico da personagem Maria Tudo, buscar e situar o compositor a um contexto histórico observando os usos das estruturas tópicas, ou seja, todos os contextos de linguagem nos quais serão articulados. Sendo escassos os estudos e teoria sobre a sistematização da retórica vinculada a ópera Maria Tudor, bem como o uso do discurso relacionado a linguagem operística italiana em obras gomesnianas, tendo por co-orientador o Prof. Dr. Anibal Enrique Cetrangolo, diretor do Instituto para o Estudo da Música Latino-americana (IMLA), na cidade de Veneza, o presente projeto busca a compreensão e inserção de tais elementos musicológicos na ópera Maria Tudor, tendo como foco a enaltecida ária Oh! Notte D'Amor. (AU)