Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de biofungicidas ao controle de infestação de Aspergillus flavus durante a secagem e armazenamento de amendoim

Processo: 12/25449-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:João Cláudio Thoméo
Beneficiário:Juliana Arakaki Takemoto
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Secagem   Testes de sensibilidade microbiana   Armazenamento   Aspergillus flavus   Amendoim

Resumo

Este projeto visa à obtenção e aplicação de um biofungicida proveniente de plantas nativas e não nativas do Brasil no controle da infestação do fungo Aspergillus flavus Link em amendoim (Arachis hypogaea L.) da variedade Runner. Serão determinadas as concentrações inibitórias mínimas (CIM) para os óleos essenciais de canela (Cinnamomum zeylanicum), cravo da índia (Syzygium aromaticum), manjericão ou alfavaca (Ocimum basilicum), orégano (Origanum vulgare) e capim-limão ou cidreira (Cymbopogon citratus). O biofungicida que apresentar menor CIM, será aplicado no amendoim em vagem, em ambientes com atividades de água controladas, de modo a determinar a concentração mínima para o controle da população microbiana sob condições ambientais passíveis de serem encontradas nos armazéns de beneficiadores. Estimada a concentração mínima no grão, serão realizados testes de secagem de amendoins aspergidos com a solução biofúngica em secador de convecção forçada, adotando-se a secagem em camada delgada e em camada espessa. Os grãos, depois de secos, serão armazenados em embalagem e ambiente similares aos empregados nos beneficiadores. Ao final, espera-se dispor de um agente antifúngico eficiente e informações de operações que possam ser de interesse dos usuários industriais. Este trabalho dá suporte à tese de doutorado da aluna Teresa Cristina Castilho Gorayeb junto ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos.