Busca avançada
Ano de início
Entree

Toxicologia reprodutiva de ratos adultos expostos ao 2,3,7,8-Tetraclorodibenzo-p-dioxina (TCDD) in útero e durante a lactação

Processo: 12/13312-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Wilma de Grava Kempinas
Beneficiário:Maira Smaniotto Cucielo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ratos   Espermatozoides   Epigênese genética

Resumo

As dioxinas são subprodutos orgânicos policlorados provenientes de vários processos industriais e tem como forma mais tóxica o 2,3,7,8-tetraclorodibenzo-p-dioxina (TCDD) persistindo no ambiente devido ao seu caráter cumulativo. O homem e outros animais estão propensos à exposição ao TCDD, principalmente, devido à ingestão de alimentos contaminados e em períodos críticos de desenvolvimento, sobretudo, durante a vida intrauterina e pós-natal. Sabe-se que a exposição ao TCDD promove disfunções no sistema genital masculino, como redução dos pesos dos órgãos reprodutores, atraso no início da maturação sexual, feminilização na prole masculina, diminuição do número de espermátides no testículo e queda nos níveis séricos de testosterona. Além disso, a exposição in utero e durante a lactação provoca no epidídimo estresse oxidativo, queda na concentração espermática e alterações da motilidade e no tempo de trânsito dos espermatozoides. Mesmo sendo numerosos os trabalhos acerca dos efeitos do TCDD na saúde reprodutiva, muitos são controversos e precisam ser confirmados e elucidados, tanto em animais de experimentação como em humanos, principalmente, sua ação sobre as funções reprodutivas e fertilidade na descendência masculina. Deste modo, pretende-se avaliar o efeito da exposição in utero e lactacional ao TCDD no sistema genital masculino da prole quando adulta, com ênfase nas funções epididimárias e qualidade espermática. Para isso, ratas prenhes serão expostas a diferentes doses de TCDD, sendo feitas, posteriormente, análises espermáticas, de histologia epididimária, imunohistoquímica quantificação da proteína de membrana espermática SP22 e investigação da fertilidade após inseminação artificial in utero, da prole masculina na idade adulta. Além disso, serão realizadas dosagens dos hormônios testosterona, FSH e LH, bem como a determinação dos perfis proteicos de membrana espermática e do tecido epididimário. Pretende-se que, além da formação de recursos humanos qualificados em Biologia e Toxicologia da Reprodução, novos conhecimentos sejam adquiridos sobre os efeitos tóxicos do TCDD sobre o trato reprodutivo masculino, divulgando-se os resultados por intermédio de publicações em revistas internacionais e indexadas de impacto, bem como em comunicações em eventos científicos da área.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANABRIA, MARCIANA; CUCIELO, MAIRA SMANIOTTO; GUERRA, MARINA TREVIZAN; BORGES, CIBELE DOS SANTOS; BANZATO, THAIS PETROCHELLI; PEROBELLI, JULIANA ELAINE; ARAUJO LEITE, GABRIEL ADAN; ANSELMO-FRANCI, JANETE APARECIDA; KEMPINAS, WILMA DE GRAVA. Sperm quality and fertility in rats after prenatal exposure to low doses of TCDD: A three-generation study. REPRODUCTIVE TOXICOLOGY, v. 65, p. 29-38, OCT 2016. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.