Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas estratégias para obtenção de anticorpos recombinantes contra as toxinas Stx1 e Stx2 de escherichia coli produtora da Toxina de Shiga

Processo: 13/03160-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Roxane Maria Fontes Piazza
Beneficiário:Daniela Luz Hessel da Cunha
Supervisor no Exterior: Sachdev S. Sidhu
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Toronto (U of T), Canadá  
Vinculado à bolsa:10/20148-4 - Anticorpos recombinantes (scFv) contra a proteína EspB e as toxinas Stx1 e Stx2: obtenção e caracterização dessas ferramentas para o Imunodiagnóstico de Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) e Escherichia coli produtora da Toxina de Shiga (STEC), BP.DR
Assunto(s):Anticorpos   Escherichia coli Shiga toxigênica

Resumo

Escherichia coli produtora da toxina de Shiga é responsável por causar colite hemorrágica e síndrome hemolítica urêmica, agravando o caso dos pacientes acometidos por esta bactéria. O diagnóstico hoje dessas linhagens não é comum na rotina laboratorial dos países em desenvolvimento. A ampliação de ferramentas ótimas para a detecção destas toxinas se torna de grande relevância para o seu diagnóstico. Os anticorpos tem se mostrado moléculas excelentes como reagentes ligantes de proteínas de alta afinidade. Na rotina laboratorial, os anticorpos IgG podem ser obtidos de duas maneiras; os anticorpos policlonais (pAbs), apresentam diferentes afinidades e especificidades, sendo produzidos em quantidades limitadas. Em contraste, os monoclonais (mAbs) apresentam homogeneidade, alta especificidade e são produzidos ilimitadamente, através da cultura de células especializadas. Com o intuito de manter a homogeneidade e a especificidade dos anticorpos monoclonais, aliados ainda à produção em larga escala com baixo custo, a engenharia genética tem sido utilizada para obtenção de anticorpos recombinantes como os scFv e os Fab que são fragmentos de anticorpos que possuem as regiões de reconhecimento ao antígeno. O objetivo deste projeto baseia-se na aplicação de diferentes estratégias para a obtenção de fragmentos variáveis de cadeia única contra as toxinas Stx1 e Stx2 para serem utilizados como ferramenta no imunodiagnóstico de E. coli produtora da toxina de Shiga. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LUZ, DANIELA; SHIGA, EMERSON A.; CHEN, GANG; QUINTILIO, WAGNER; ANDRADE, FERNANDA B.; MARANHAO, ANDREA Q.; CAETANO, BRUNA A.; MITSUNARI, THAIS; SILVA, MIRIAM A.; ROCHA, LETICIA B.; MORO, ANA M.; SIDHU, SACHDEV S.; PIAZZA, ROXANE M. F. Structural Changes in Stx1 Engineering Monoclonal Antibody Improves Its Functionality as Diagnostic Tool for a Rapid Latex Agglutination Test. ANTIBODIES, v. 7, n. 1 MAR 2018. Citações Web of Science: 0.
LUZ, DANIELA; CHEN, GANG; MARANHAO, ANDREA Q.; ROCHA, LETICIA B.; SIDHU, SACHDEV; PIAZZA, ROXANE M. F. Development and Characterization of Recombinant Antibody Fragments That Recognize and Neutralize In Vitro Stx2 Toxin from Shiga Toxin-Producing Escherichia coli. PLoS One, v. 10, n. 3 MAR 19 2015. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.