Busca avançada
Ano de início
Entree

Estresse oxidativo e complicações renais no Diabetes Mellitus: implicação de variantes genéticas nos genes CYBA, SOD3, CAT e GPX4

Processo: 13/04002-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 10 de setembro de 2013
Vigência (Término): 09 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Maria Lucia Cardillo Corrêa Giannella
Beneficiário:Thiago Andrade Patente
Supervisor no Exterior: Gilberto Velho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut National de la Santé et de la Recherche Médicale (Inserm), França  
Vinculado à bolsa:11/15015-8 - Associação entre polimorfismos em genes que codificam proteínas pró- e antioxidantes e a susceptibilidade à nefropatia em coortes francesas de portadores de diabetes tipo 1: validação de resultados observados em uma casuística brasileira, BP.MS
Assunto(s):Endocrinologia   Nefropatias diabéticas   Suscetibilidade a doenças   Estresse oxidativo

Resumo

Várias evidências sugerem que uma predisposição genética determine a susceptibilidade às complicações crônicas do diabete melito (DM), juntamente com a hiperglicemia crônica, hipertensão arterial e dislipidemia. Uma vez que o estresse oxidativo foi reconhecido como o elemento final comum das vias bioquímicas induzidas pela hiperglicemia, os genes que codificam enzimas pró- e antioxidantes são candidatos a conferirem susceptibilidade às complicações. Estudo realizado em nosso laboratório demonstrou a associação entre vários polimorfismos (alguns deles funcionais) na região promotora ou na região 3´UTR de genes que codificam enzimas de sistemas pró-oxidantes e antioxidantes e risco para a presença de nefropatia diabética em portadores de DM tipo 1 de longa duração recrutados em diferentes serviços de Diabetes da região Sudeste e Sul do Brasil. O presente projeto tem por objetivo ampliar esse estudo, validando a associação entre a presença de nefropatia diabética e polimorfismos no gene CYBA em três coortes francesas de portadores de DM tipo 1 (Coorte SURGENE [n=340]; Coorte GENEDIAB [n=494] e Coorte GENESIS [n=501]). Além disso será realizada também a genotipagem de polimorfismos presentes nos genes que codificam a GPX4, SOD3 e catalase em duas coortes francesas de pacientes diabéticos tipo 2 (coorte DIABHYCAR [n = 3.137]; coorte DIABHYCAR_GENE [n = 607]), com o intuito de avaliar a importância do estresse oxidativo e das EROs nesta condição clínica. Pensando-se na comparação dos resultados observados entre coortes distintas, os SNPs genotipados nas coortes francesas de pacientes diabéticos tipo 2 serão avaliados na coorte brasileira de pacientes diabéticos tipo 1. Acredita-se que a etiopatogenia da ND seja semelhante no diabetes tipo 1 e tipo 2, com a hiperglicemia e suas consequências metabólicas (inclusive a superprodução de EROs) desempenhando papel extremamente relevante. A replicação de resultados de associação de um SNP com um traço fenotípico em coortes de pacientes de origens geográficas diferentes reforça a participação daquele SNP e pode melhorar a compreensão acerca de seu significado biológico. (AU)