Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização química e comparação do perfil metabólico secundário de Conchocarpus fontanesianaus (Rutaceae) em duas regiões de Mata Atlântica no Estado de São Paulo

Processo: 13/05480-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Maria Claudia Marx Young
Beneficiário:Rodrigo Sant'Ana Cabral
Supervisor no Exterior: Jean-Luc Wolfender
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université de Genève, Suíça  
Vinculado à bolsa:11/12515-0 - Diversidade química e potencial biológico de Conchocarpus fontanesianus (A. St.-Hil.) Kallunki & Pirani (Rutaceae), BP.DR
Assunto(s):Mata Atlântica   Perfil metabólico   Química de produtos naturais   Metabolismo secundário

Resumo

O reino vegetal é responsável por uma grande parte da diversidade química registra na literatura e, desde os primórdios da civilização, tem contribuído significativamente para o fornecimento de substâncias úteis para os seres humanos. É ainda um reservatório inexplorado de novas moléculas com interesse terapêutico potencial, e só uma porcentagem relativamente pequena dos 400 mil espécies de plantas conhecidas foram estudadas em sob o ponto de vista fitoquímico ou farmacológico. O screening químico ou perfil metabólico é destinado a distinguir entre os compostos já conhecidos (desreplicação) e moléculas novas diretamente em extratos vegetais brutos. O potencial da estratégia do perfil metabólico foi consideravelmente aumentado pelo desenvolvimento recente de técnicas combinadas, que são capazes de proporcionar a separação eficiente dos metabolitos, além de informação estrutural valiosa ao mesmo tempo. Por acoplamento da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) tanto com espectrometria de massa (CLAE/EM) e detecção UV de matriz de diodos (CLAE/UV), uma grande quantidade de dados pode ser obtida sobre os constituintes de um extrato de planta antes de qualquer trabalho de isolamento. Além disso, a recente introdução do acoplamento do CLAE com a ressonância magnética nuclear (CLAE/RMN) permite que a estrutura completa dos numerosos metabolitos de plantas possam ser elucidados on-line. O gênero Conchocarpus, pertencente à família Rutaceae, consiste de arbustos ou árvores de pequeno porte, com 45 espécies que são distribuídas a partir da Nicarágua até o norte da Bolívia e Brasil. C. fontanesianus, tem estrutura de arvoreta, alcançando 1-3 metros de altura, é nativa, endêmica e se distribui nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, encontrado em regiões de Mata Atlântica. Este projeto tem como objetivo analisar o perfil do metabolismo secundário de C. fontanesianus através de análise por técnicas hifenadas de extratos e frações de caules e folhas de indivíduos coletados em duas regiões de Mata Atlântica no Estado de São Paulo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CABRAL, RODRIGO SANT'ANA; ALLARD, PIERRE-MARIE; MARCOURT, LAURENCE; MARX YOUNG, MARIA CLAUDIA; QUEIROZ, EMERSON FERREIRA; WOLFENDER, JEAN-LUC. Targeted Isolation of Indolopyridoquinazoline Alkaloids from Conchocarpus fontanesianus Based on Molecular Networks. Journal of Natural Products, v. 79, n. 9, p. 2270-2278, SEP 2016. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.