Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro da rugosidade e estabilidade de cor de dentes artificiais de resina acrílica submetidos à escovação e imersão em bebidas

Processo: 12/19423-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Carolina Pero Vizoto
Beneficiário:Izabela Borghi
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Dente artificial   Rugosidade   Escovação dentária   Estabilidade de cor   Prótese total

Resumo

Os dentes artificiais de resina acrílica são comumente utilizados na confecção de próteses removíveis parciais ou totais. A abrasão provocada pela escovação pode resultar em aumento da rugosidade dos dentes artificiais, facilitando o acúmulo de biofilme, e ainda pode estar associada à maior deposição de corantes provenientes de bebidas, resultando no manchamento dos dentes e prejuízo estético. O objetivo deste estudo será avaliar o efeito da escovação e da imersão em bebidas na rugosidade superficial e na estabilidade de cor de dois tipos dentes de resina acrílica. Os espécimes corresponderão a incisivos centrais superiores de dois tipos de dentes artificiais de resina acrílica (Biotone e Biotone IPN, Dentsply Ind. Com. Ltda. Petrópolis - RJ, Brasil). Os dentes artificiais serão divididos em 2 sequências do estudo, em que, para cada tipo de dente, metade da amostra será submetida à escovação seguida de imersão em bebidas, e a outra metade será submetida apenas à imersão em bebidas. As leituras de rugosidade e estabilidade de cor serão realizadas em ocasiões distintas: T0 (previamente aos tratamentos), T1 (após a escovação), e T2 (após a imersão em bebidas). Para a avaliação da escovação serão realizados 11.000 ciclos na máquina de escovação, simulando um período de um ano, e para a avaliação da estabilidade de cor os espécimes serão imersos em café instantâneo, coca-cola e água destilada (controle), por 12 dias, simulando um ano de consumo. As variações de cor serão captadas por um espectrofotômetro, e a rugosidade será analisada através de um rugosímetro digital. Os dados serão tabulados e submetidos a testes estatísticos adequados, de acordo com a aderência à normalidade, e será empregado um nível de significância de 5%.