Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da compressão e tração diametral de cimentos de ionômero de vidro reforçados por nanotubos de carbono

Processo: 12/22518-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Eduardo Bresciani
Beneficiário:Patrícia Uchôas Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Nanotubos de carbono   Cimentos de ionômeros de vidro   Propriedades mecânicas

Resumo

A literatura científica reporta o sucesso da técnica do tratamento restaurador atraumático (ART) por vários anos de acompanhamento e ainda discute as propriedades do material utilizado para a técnica como sendo sua principal desvantagem. Vários estudos reportam tentativas de se melhorar as propriedades mecânicas dos cimentos de ionômero de vidro, seja com incorporação de partículas ou por aceleração da presa por ultrassom. Com o advento da nanotecnologia, surgiram os nanotubos de carbono, que apresentam entre suas características a resistência e resiliência mecânica, bem como biocompatibilidade com os tecidos ósseos. Frente ao exposto, para se tentar melhorar as propriedades mecânicas dos CIVs, o objetivo deste trabalho é de avaliar o efeito da incorporação de nanotubos de carbono funcionalizados em cimentos de ionômero de vidro convencionais e de alta viscosidade, através dos testes de compressão e tração diametral. Serão confeccionados corpos de prova com dimensões de 6mm de altura e 4mm de diâmetro para a compressão e 2mm de altura e 4mm de diâmetro para a tração diametral, utilizando-se dois materiais, Ionofil Plus (convencional) e Ionofil Molar (de alta viscosidade), ambos produzidos pela VOCO. Cada material terá 2 grupos, sendo um com e outro sem incorporação dos nanotubos de carbono. Os espécimes serão confeccionados em moldes metálicos e armazenados em água deionizada por 24 horas. Os dados serão comparados através do teste ANOVA a dois critérios e o teste de Tukey será empregado para comparações múltiplas. O nível de significância adotado será de 5%.