Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da homeostase telomérica utilizando inibidores de Hsp90 e da telomerase em Leishmania spp

Processo: 12/25475-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria Isabel Nogueira Cano
Beneficiário:Marcela Segatto Do Carmo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50161-8 - Estudo da estrutura e função da chaperona Hsp90 com ênfase no seu papel em homeostase celular, AP.TEM
Assunto(s):Leishmania   Telômero   Proteínas de choque térmico HSP90   Telomerase

Resumo

As leishmanioses são doenças crônicas causadas por protozoários flagelados do gênero Leishmania. O tratamento da doença consiste na administração parenteral de antimoniais pentavalentes, o qual além da toxicidade ao paciente também registra um grau considerável de insucesso. A inadequação das opções de tratamento implica na necessidade de novas estratégias e, recentemente, os telômeros têm sido considerados alvo de estudos terapêuticos. Telômeros são complexos entre proteínas e DNA, responsáveis pela proteção das extremidades de cromossomos eucarióticos. As chaperonas têm sido relacionadas com a estabilidade de alguns componentes teloméricos e, a exemplo disso, em levedura e humanos, podemos destacar a interação direta da proteína Hsp90 com a telomerase, aumentando a sua estabilidade e atividade enzimática. A Hsp90 é uma chaperona abundante e essencial que participa de vias de agrupamento e maturação de vários complexos celulares. E a telomerase é um complexo ribonucleoprotéico envolvido diretamente na replicação e manutenção dos telômeros. Atualmente, o complexo telomérico de tripanosomatídeo melhor caracterizado é o de Leishmania amazonensis, inclusive já foi demonstrada a atividade da telomerase e a presença da proteína homóloga de Hsp90, a Hsp83, neste parasito. A hipótese a ser testada, e que norteia este pedido, baseia-se no fato de que Hsp90, em sinergia com a telomerase, esteja envolvida na homeostase telomérica em Leishmania spp. Através de ensaios de interação proteína:proteína, avaliaremos se a Hsp83 e sua co-chaperona p23 fazem parte do complexo telomérico do parasita e mais diretamente do complexo da telomerase de L. amazonensis (LaTERT). Ainda, utilizando o eficiente método de PCR quantitativo (qPCR), compararemos o tamanho dos telômeros nas formas promastigotas e amastigotas tratadas com o inibidor de Hsp90 - 17-AAG e, em experimento independente, com o inibidor da telomerase - BIBR1532. Acreditamos que estas abordagens serão ferramentas valiosas para a compreensão da biologia e homeostase de telômeros em tripanosomatídeos.