Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da via mTOR no processo de remodelação cardíaca induzida pelo ácido retinóico

Processo: 12/21186-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Leonardo Antonio Mamede Zornoff
Beneficiário:Renata Aparecida Candido da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia   Insuficiência cardíaca

Resumo

O processo de remodelação cardíaca envolve uma série de alterações morfológicas em resposta a determinado estímulo. Atualmente, prevalece o conceito de que a remodelação tem papel de destaque na fisiopatologia da disfunção ventricular em diferentes modelos de agressão cardíaca. Assim, considerando sua associação com a disfunção ventricular/morte, inúmeras estratégias vêm sendo estudadas na tentativa de prevenir ou atenuar o processo de remodelação cardíaca.Um dos potenciais moduladores do processo de remodelação cardíaca é a vitamina A. Estudo prévio mostrou que, em ratos normais, a suplementação de ácido retinóico, forma ativa de vitamina A, induziu hipertrofia com aumento da cavidade ventricular, sem acúmulo de colágeno, com manutenção da função sistólica. Esses achados são compatíveis com interpretações diametralmente opostas. Primeiramente, os achados são compatíveis com alterações encontradas na fase inicial de processo patológico como, por exemplo, na sobrecarga de volume compensada. No entanto, devemos considerar que as alterações observadas também são semelhantes às alterações observadas em processos fisiológicos como, por exemplo, no exercício físico. Assim, os efeitos da suplementação do àcido retinóico em corações normais não estão completamente esclarecidos.O complexo mTOR (Mammalian Target of Rapamycin) é responsável pelo controle do crescimento celular regulando processos como biogênese de ribossomos, síntese protéica, metabolismo mitocondrial e autofagia. A mTOR é encontrada sob a forma de dois complexos distintos, mTORC1 e mTORC2, sendo que o complexo mTORC1 possui um substrato bem caracterizado, a S6K, que é um ativador da tradução de proteínas. Em relação à mTORC2, suas ações parecem ser mediadas pelas vias AKT e NFkB.Aspecto relevante a ser considerado refere-se ao fato de que diversos estudos sugerem que mTORC1 é o complexo envolvido na modulação da hipertrofia secundária a sobrecarga hemodinâmica e outros processos patológicos. Por outro lado, o complexo mTORC2 parece modular a sobrevida celular e o crescimento em condições fisiológicas. Pelo exposto, o estudo do complexo mTOR poderia auxiliar na interpretação dos efeitos do ácido retinóico no coração. Portanto, esse projeto tem por objetivo analisar o comportamento do complexo mTOR, por meio do estudo da AKT, NFkB, S6K (formas total e fosforilada), nos efeitos morfológicos e funcionais cardíacos de ratos suplementados com diferentes doses de ácido retinóico.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, RENATA A. C.; GONCALVES, ANDREA F.; DOS SANTOS, PRISCILA P.; RAFACHO, BRUNA; CLARO, RENAN F. T.; MINICUCCI, MARCOS F.; AZEVEDO, PAULA S.; POLEGATO, BERTHA F.; ZANATI, SILMEIA G.; FERNANDES, ANA ANGELICA; PAIVA, SERGIO A. R.; ZORNOFF, LEONARDO A. M. Cardiac Remodeling Induced by All-Trans Retinoic Acid is Detrimental in Normal Rats. CELLULAR PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY, v. 43, n. 4, p. 1449-1459, 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.