Busca avançada
Ano de início
Entree

Extração de lipídeos da biomassa obtida da microalga marinha Chorella SP como fonte de matéria-prima para a produção de biodiesel

Processo: 13/01091-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Messias Borges Silva
Beneficiário:Beatriz Baracat
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiesel   Bioquímica

Resumo

A necessidade de se encontrar um substituto ao combustível fóssil tem impulsionado o desenvolvimento de novas fontes de biomassa para os biocombustíveis. Atualmente uma fonte de biomassa alternativa que vêm ganhando destaque são as microalgas, microrganismos fotossintéticos capazes de capturar o CO2 atmosférico e acumular altos teores de lipídeos em sua biomassa, tornando-os muito atrativos como fonte de matéria-prima para a síntese de biodiesel. Deste modo, o presente trabalho terá como objetivo estudar os efeitos de dois métodos diferentes de extração de lipídios, como o Folch e o "Bligh and Dyer", o efeito da etapa de liofilização da biomassa e o efeito da salinidade presente na biomassa, visando à maximização da recuperação de lipídios da biomassa microalgal para a produção de biodiesel. Os efeitos dos parâmetros de controle serão estudados por intermédio do Método Estatístico de Taguchi. Os experimentos utilizarão um arranjo ortogonal L8 de Taguchi com três fatores operando em dois níveis cada, realizados em triplicata.