Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da radiação ionizante sobre a organização cromossômica de Trypanosoma Cruzi

Processo: 13/02570-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:José Franco da Silveira Filho
Beneficiário:Matheus Wilhelmus van Schaik
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51475-3 - Biologia molecular e celular do parasitismo por Trypanosoma cruzi, AP.TEM
Assunto(s):Radiação ionizante   Trypanosoma cruzi

Resumo

O Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, é um protozoário parasita transmitido ao hospedeiro vertebrado por inseto vetores. A doença apresenta um largo espectro de manifestações clínicas que podem ser reflexo da variabilidade genética do parasita. O táxon T. cruzi apresenta grande heterogeneidade genética. Ele é formado por um conjunto de populações que diferem entre si no que diz respeito à infectividade, patogenicidade, taxa de crescimento, número de cromossomos e quantidade de DNA. A estrutura do genoma de T. cruzi diverge entre os eucariotos indicando que as linhagens filogenéticas deste parasita divergiram muito cedo na evolução da linhagem que originou os eucariotos superiores.Mecanismos de reparo de lesões no DNA podem ser alguns dos responsáveis pela plasticidade genômica em diversos organismos e podem ter papel importante na geração da diversidade genética encontrada nas populações de T. cruzi. As lesões mais complexas e, possivelmente, mais nocivas às células são as quebras na dupla fita do DNA (DSBs), que podem ser induzidas por agentes químicos (drogas) ou físicos (radiação ionizante). As DSBs são reparadas por mecanismos de recombinação homóloga (HR - "homologous recombination"), recombinação não homóloga por NHEJ ("non homologous end joining") e microhomomologia (MMEJ - "microhomology mediated end joining"). Tem sido relatado que o T. cruzi é um organismo muito resistente à irradiação ionizante. Após uma dose de 500 Gy de radiação gama, pode-se observar que o DNA genomico fragmentado é gradualmente reconstruído e as bandas cromossômicas restauradas.O objetivo de nosso projeto é investigar os efeitos da radiação ionizante sobre a organização cromossômica de T. cruzi, analisando os possíveis eventos de recombinação capazes de alterar o cariótipo molecular, contribuindo para a diversidade genética do parasita. Para atingir o objetivo pretendemos analisar o cariótipo de parasitas irradiados por técnicas de eletroforese de campo pulsado (PFGE e hibridização com marcadores cromossomo-específicos. Desta maneira pretendemos obter novas informações sobre a geração da grande diversidade genética observada nas diferentes linhagens e cepas do parasita.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.