Busca avançada
Ano de início
Entree

Os desafios da articulação da vida profissional e familiar entre as trabalhadoras submetidas a horários flexíveis de trabalho

Processo: 13/05517-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 05 de agosto de 2013
Vigência (Término): 04 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Maria Lygia Quartim de Moraes
Beneficiário:Tais Viudes de Freitas
Supervisor no Exterior: Sabine Fortino
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris (CRESPPA), França  
Vinculado à bolsa:11/06611-6 - Os desafios da articulação da vida profissional e familiar entre as trabalhadoras submetidas a horários flexíveis de trabalho, BP.DR
Assunto(s):Jornada de trabalho   Família   Flexibilização   Trabalho

Resumo

As transformações no mundo do trabalho têm conformado novas formas de organizar e gerir o espaço produtivo, baseadas em um intenso processo de flexibilização. Neste contexto, os elementos centrais do trabalho - a função, a remuneração, a jornada - tornam-se cada vez mais flexíveis, variáveis e imprevisíveis, alterando o modo como os trabalhadores vivenciam o espaço produtivo. As mulheres são as principais afetadas por tais mudanças, uma vez que se encontram nos postos de trabalho mais flexíveis e precários. Além disso, segue recaindo sobre elas a responsabilidade de articular a esfera profissional e a familiar, tensão que se acentua diante da flexibilização. A produção acadêmica francesa é uma das mais tradicionais e importantes quanto aos estudos das relações de gênero no trabalho, das transformações e modernização do mundo do trabalho, e da "conciliação" entre trabalho e família, fundamentando de modo expressivo o arcabouço teórico por nós utilizado. O estágio de pesquisa tem como finalidade realizar uma pesquisa bibliográfica aprofundada sobre os estudos e as recentes pesquisas, na França, que versam sobre as relações de trabalho no atual contexto de flexibilização, as relações de gênero e aquelas estabelecidas entre esfera produtiva e reprodutiva, permitindo dialogar e aproximar estes estudos com a pesquisa de doutoramento desenvolvida. O estágio será realizado junto ao laboratório Gênero, Trabalho e Mobilidade (Genre, Travail e Mobilité/GTM) do Centro de Pesquisas Sociológicas e Políticas de Paris (Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris - CRESPPA), vinculado ao Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)