Busca avançada
Ano de início
Entree

Função manual de indivíduos pós acidente vascular encefálico: efeito do lado da lesão

Processo: 12/24426-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Paulo Barbosa de Freitas Júnior
Beneficiário:Bianca Pinto Cunha
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biomecânica   Controle motor   Coordenação   Coordenação motora   Acidente vascular cerebral

Resumo

O sucesso na manipulação de objetos é crucial para manutenção de um estilo de vida independente. Este sucesso depende da capacidade do indivíduo em evitar o escorregamento de objetos, controlando e coordenando as forças atuantes na interação dedos objeto. Diferentes doenças neurológicas afetam a capacidade de manipular objetos e, também, a controle e coordenação de forças. Por exemplo, indivíduos que sofreram um acidente vascular encefálico (AVE) têm dificuldades em realizar atividades da vida diária (como se vestir ou alimentar) e têm o controle e coordenação das forças atuantes na interação dedos-objeto prejudicados. Todavia, os estudos até o momento não examinaram se indivíduos que sofreram lesão encefálica à esquerda e à direita são diferentes quanto a capacidade de manipular objetos e no controle e coordenação das forças usadas na manipulação. Essa investigação é importante visto que os hemisférios cerebrais controlam de forma diferente cada função e porque os resultados podem indicar novos caminhos para reabilitação da função manual. Assim, o objetivo deste projeto é verificar o efeito do lado da lesão no desempenho e no controle de tarefas manipulativas em indivíduos que sofreram um AVE do lado esquerdo e do lado direito do encéfalo. Para alcançar esse objetivo utilizaremos teste clínicos (Jebsen Taylor, Teste dos Nove Pinos e Teste de força máxima - palmar e pinça) e objetos (livre e fixo) instrumentados com sensores de força e acelerômetro que possibilitam verificar o relacionamento das forças envolvidas na manipulação de objetos e, consequentemente, o entendimento dos mecanismos de controle envolvidos na função manual. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CUNHA, BIANCA PINTO; SBEGHEN FERREIRA DE FREITAS, SANDRA MARIA; DE FREITAS, PAULO BARBOSA. Assessment of the Ipsilesional Hand Function in Stroke Survivors: The Effect of Lesion Side. JOURNAL OF STROKE & CEREBROVASCULAR DISEASES, v. 26, n. 7, p. 1615-1621, JUL 2017. Citações Web of Science: 3.
BIANCA PINTO CUNHA; SANDRA MARIA SBEGHEN FERREIRA DE FREITAS; VIVIANA VAN DEN BERG DE MENEZES; PAULO BARBOSA DE FREITAS. Ipsilesional upper limb performance in stroke individuals: relationship among outcomes of different tests used to assess hand function. Fisioter. mov., v. 29, n. 3, p. 561-568, Set. 2016.
PEDAO, SABRINA TIAGO; AGUIAR, STEFANE ALINE; CUNHA, BIANCA PINTO; DE FREITAS, PAULO BARBOSA. Grip and load force control and coordination in object manipulation during a night of sleep deprivation. SLEEP AND BIOLOGICAL RHYTHMS, v. 13, n. 2, p. 163-171, APR 2015. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.