Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dos ajustes centrais e musculares periféricos durante o exercício físico dinâmico versus resistido em pacientes com doença arterial coronariana: efeitos de um programa de treinamento resistido baseado na determinação do limiar anaeróbio por diferentes metodologias

Processo: 13/05857-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Audrey Borghi e Silva
Beneficiário:Daniel Eduardo da Cunha Leme
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/01842-0 - Análise dos ajustes centrais e metabólicos periféricos durante o exercício físico dinâmico versus resistido em pacientes com DAC: efeitos de um programa de treinamento resistido baseado na determinação do limiar anaeróbio por diferentes metodologias, AP.JP
Assunto(s):Doença da artéria coronariana   Exercícios cardio-respiratórios   Consumo de oxigênio   Débito cardíaco

Resumo

Grande ênfase tem sido dada na prescrição de exercícios físicos aeróbios nas sessões de Reabilitação Cardiovascular (RCV), no entanto, embora sejam os mais recomendados, quando se fala em promoção de saúde, ênfase cada vez maior vem sendo dada à prática de exercícios resistidos, os quais são essenciais para as atividades de vida diária, ocupacionais e de lazer. No entanto, o entendimento do comportamento dos ajustes cardiocirculatórios centrais e metabólicos periféricos nesta modalidade tem sido pouco fundamentado. Objetivos: os objetivos deste estudo são investigar os ajustes autonômicos, ventilatórios e metabólicos por diferentes metodologias (lactacidemia, respostas ventilatórias e pela VFC durante o exercício dinâmico em cicloergômetro e durante o exercício resistido no leg press 45° e comparar as respostas destas variáveis entre indivíduos saudáveis e coronariopatas pareados pela idade. Secundariamente, objetivamos determinar um ponto de transição metabólica, a partir da análise da lactacidemia e da frequência cardíaca e da ventilação, contrastando as diferentes intensidades de exercício resistido. Adicionalmente, um terceiro objetivo será verificar se um programa de treinamento resistido associado ao aeróbio, baseado na intensidade do ponto de transição aeróbia-anaeróbia (LA) pode melhorar a força e a endurance muscular nestes pacientes. Desenho do Estudo: estudo prospectivo, longitudinal, controlado e randomizado. Sujeitos: 20 pacientes do sexo masculino, com diagnóstico de DAC, estáveis clinicamente, com pelo menos 12 meses do evento agudo, após revascularização cirúrgica ou percutânea e após 6 meses de reabilitação cardiovascular e capacidade funcional >7,5 Mets e 10 voluntários saudáveis e ativos pareados por idade. Métodos: os participantes serão submetidos a um teste incremental clínico em cicloergômetro e um teste de 1RM no leg-press 45°, e subsequentemente, em dias separados, a um protocolo de exercício físico em cicloergômetro de 10% em 10% da carga pico obtida no teste de rampa. Adicionalmente, será aplicado um protocolo de exercício físico resistido (PEFR) em diferentes percentuais de 1RM, onde serão avaliadas as respostas da variabilidade da frequência cardíaca (VFC), da lactacidemia e dos gases expirados. Hipótese do estudo: 1) as respostas autonômicas cardíacas tanto durante o exercício em cicloergômetro como durante o exercício resistido (leg press 45°) estariam associadas às modificações do metabolismo muscular que ocorrem na transição da produção de energia (metabolismo aeróbio-anaeróbio) nos subgrupos estudados, 2) as respostas metabólicas durante os dois tipos de exercícios (cicloergômetro e resistido) possivelmente também estariam associadas às mudanças das respostas ventilatórias a partir da transição do metabolismo nos subgrupos estudados. 3) no grupo coronariopata os ajustes ventilatórios, cardiovasculares e metabólicos ocorreriam precocemente comparativamente aos saudáveis, 4) haveria concordância entre os métodos de análise da transição metabólica no exercício dinâmico e no exercício resistido em ambos subgrupos, 5) o treinamento resistido baseado na transição aeróbia-anaeróbia adicionaria benefícios de melhora da endurance, da força muscular e da capacidade aeróbia. Relevância do estudo: a fundamentação do percentual de resistência máxima baseada nas respostas da FC e de sua variabilidade, da lactacidemia e dos gases expirados, bem como a detecção do limiar de anaerobiose (LA) a partir de diferentes metodologias possibilitará maior entendimento das respostas fisiológicas frente a diferentes percentuais de resistência máxima em saudáveis e coronariopatas, e assim, obter fundamentação prática para a prescrição de exercícios resistidos, baseado nas respostas fisiológicas e clínicas auxiliando na elaboração do tratamento fisioterapêutico para recondicionamento da musculatura periférica destes pacientes. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.