Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas biológicas e comportamentais de Bemisia tabaci biótipo B em plantas de tomate infectadas com Tomato chlorosis virus (ToCV)

Processo: 12/24974-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Joao Roberto Spotti Lopes
Beneficiário:Nathalie Kristine Prado Maluta
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/26125-7 - Correlação entre o comportamento alimentar de mosca-branca e a transmissão de Tomato chlorosis vírus (Closteroviridae: crinivirus), BE.EP.DR
Assunto(s):Insetos vetores   Vírus de plantas   Mosca-branca

Resumo

Vários fitovírus são capazes de influenciar o comportamento e desenvolvimento biológico de insetos vetores, principalmente afídeos, de modo a favorecer sua disseminação entre plantas hospedeiras, mas pouco se sabe a respeito dos efeitos de infecções virais sobre moscas-brancas. Considerando-se a importância de Bemisia tabaci como praga e vetora de fitovírus, o presente projeto investigará se o seu comportamento alimentar e/ou desempenho biológico são influenciados pela infecção do crinivírus Tomato chlorosis virus (ToCV) na planta hospedeira (efeito indireto) ou no próprio inseto vetor (efeito direto). Primeiramente será avaliada a preferência para pouso e o comportamento arrestante de B. tabaci biótipo B em plantas de tomate sadias e infectadas com ToCV. Em seguida, o comportamento alimentar de adultos sadios de B. tabaci em plantas de tomate sadias e infectadas com ToCV será comparado pela técnica de Electrical Penetration Graph (EPG), que permite o monitoramento das atividades realizadas pelo inseto durante a penetração estiletar. Finalmente, serão avaliados os efeitos diretos e indiretos do ToCV sobre parâmetros biológicos de B. tabaci biótipo B, tais como duração e viabilidade dos estádios imaturos, além de razão sexual, fecundidade, fertilidade e longevidade de adultos. Tais estudos são de suma importância para a compreensão das relações vírus-vetor e epidemiologia da virose, pois indicarão se o ToCV é capaz de manipular o desempenho biológico e/ou comportamento de seu vetor como estratégia para otimizar sua disseminação natural

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MALUTA, NATHALIE; FERERES, ALBERTO; SPOTTI LOPES, JOAO ROBERTO. Plant-mediated indirect effects of two viruses with different transmission modes on Bemisia tabaci feeding behavior and fitness. JOURNAL OF PEST SCIENCE, v. 92, n. 2, p. 405-416, MAR 2019. Citações Web of Science: 4.
PRADO MALUTA, NATHALIE KRISTINE; FERERES, ALBERTO; SPOTTI LOPES, JOAO ROBERTO. Settling preferences of the whitefly vector Bemisia tabaci on infected plants varies with virus family and transmission mode. Entomologia Experimentalis et Applicata, v. 165, n. 2-3, p. 138-147, DEC 2017. Citações Web of Science: 9.
PRADO MALUTA, NATHALIE KRISTINE; GARZO, ELISA; MORENO, ARANZAZU; NAVAS-CASTILLO, JESUS; FIALLO-OLIVE, ELVIRA; SPOTTI LOPES, JOAO ROBERTO; FERERES, ALBERTO. Stylet penetration activities of the whitefly Bemisia tabaci associated with inoculation of the crinivirus Tomato chlorosis virus. JOURNAL OF GENERAL VIROLOGY, v. 98, n. 6, p. 1515-1520, JUN 2017. Citações Web of Science: 9.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.