Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do perfil metabólico e transcricional do patossistema Moniliophthora perniciosa x Solanum lycopersicum

Processo: 13/01138-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Antonio Vargas de Oliveira Figueira
Beneficiário:Juliana Deganello
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Vassoura-de-bruxa   Análise de sequência de RNA   Moniliophthora perniciosa   Metabolômica   Biologia molecular

Resumo

A vassoura-de-bruxa consiste em uma das mais importantes doenças que acometem o cacaueiro (Theobroma cacao), sendo causada pelo basidiomiceto Moniliophthora perniciosa e caracterizada pelos sintomas de inchamento e indução de brotações laterais nos ramos infectados. A espécie Solanum lycopersicum (Syn. Lycopersicon esculentum), também hospedeiro do fungo M. perniciosa, apresenta uma cultivar miniatura 'Micro-Tom' (MT), a qual demonstrou ser um modelo genético adequado para o estudo da interação com esse patógeno, com sintomas característicos de hipertrofia, hiperplasia e formação de vassouras. Sabe-se que o desenvolvimento dos sintomas da vassoura-de-bruxa e a resposta de defesa das plantas estão relacionados à sinalização por fitohormônios, sendo de suma importância um entendimento aprofundado sobre essa complexa rede hormonal no modelo já estabelecido para M. perniciosa. Desse modo, no presente projeto, plantas de MT, mutantes e transgênicos com alterações na via biossintética/percepção dos hormônios ácido salicílico (AS), ácido jasmônico (JA) e etileno (ET) serão desafiadas com M. perniciosa para determinação da incidência da doença e analisadas por RT-qPCR para genes marcadores de resposta associada a esses hormônios. O transcriptoma de plantas inoculadas com o fungo do biótipo-S e -C também será revelado pelo seqüenciamento por RNA-Seq, buscando a avaliação de genes relacionados principalmente aos fitohormônios. Além disso, serão feitas avaliações de metabolômica por meio de ressonância magnética nuclear (NMR), e cromatografia gasosa (GC) e líquida (LC) acopladas à espectrômetro de massa (MS) em plantas de MT, mutantes hormonais e transgênicos, inoculados com biótipos-S e C, com intuito de observar o perfil metabólico em diferentes tipos de interação (compatível e incompatível) com o fungo M. perniciosa.