Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito do AVG na maturação da cana-de-açúcar e aplicação no gerenciamento da colheita

Processo: 13/03901-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Marcelo de Almeida Silva
Beneficiário:Gabriela Fernandes Egas da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Reguladores vegetais   Saccharum

Resumo

A cana-de-açúcar destaca-se no cenário nacional e internacional por ser uma matéria-prima versátil, usada na produção de açúcar, álcool e bioenergia. Por ser capaz de acumular altas concentrações de sacarose nos colmos, a cana-de-açúcar é modelo no estudo da relação fonte-dreno. É durante o estádio de maturação, que a planta atinge seu potencial máximo de acúmulo de sacarose e, por isso, essa é uma das fases mais críticas em termos econômicos. O manejo da maturação em épocas inadequadas à maturação natural é realizado através de reguladores vegetais ou maturadores. Esses produtos, quando aplicados no início da safra, podem antecipar a colheita e garantir o fornecimento de matéria-prima de boa qualidade para a industrialização. Apesar da aplicação de maturadores ser uma prática comum nos canaviais para acelerar a maturação ou inibir o florescimento, com destaque para o etefom (precursor do hormônio etileno), nenhum regulador de crescimento, que retarda a maturação, foi descrito para cana-de-açúcar. Em espécies frutíferas e ornamentais, o uso do AVG (cloridrato de aviglicina), um inibidor da biossíntese de etileno, é comum em pré- e pós-colheita para retardar a maturação e facilitar a colheita e o transporte para centros de consumo. Neste contexto, o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos do AVG em parâmetros agronômicos e tecnológicos de uma cultivar precoce de cana-de-açúcar, visando sua aplicabilidade no gerenciamento da colheita. A correlação dos parâmetros avaliados com o acúmulo de sacarose, florescimento e aos efeitos do etefom, produto antagônico ao AVG, permitirá uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos na maturação em cana-de-açúcar, bem como na relação fonte-dreno, contribuindo também para o manejo varietal em usinas e programas de melhoramento genético da cultura.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.