Busca avançada
Ano de início
Entree

Programa de reabilitação com controle de eficácia terapêutica em disfagia orofaríngea após acidente vascular encefálico

Processo: 13/03583-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Paula Cristina Cola
Beneficiário:Paula Cristina Cola
Anfitrião: Pere Clave Civit
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha  
Assunto(s):Reabilitação (terapêutica médica)   Transtornos de deglutição

Resumo

Introdução: Estudos voltados para a terapia nas disfagias orofaríngeas vêm mostrando que a estimulação tátil térmica gustativa e a estimulação elétrica trazem ganhos na biomecânica da deglutição. Entretanto, faz-se necessário o controle da eficácia desta reabilitação junto a uma casuística homogênea. Objetivo: propor e mensurar um programa de reabilitação no acidente vascular encefálico, em um grupo homogêneo, do ponto de vista neurofisiopatológico. Casuística e Método: Participarão deste estudo 20 indivíduos após acidente vascular encefálico (AVE), com disfagia orofaríngea crônica. Serão incluídos somente os indivíduos com 90 dias de AVE ou mais. Os indivíduos serão divididos aleatoriamente em dois grupos. O grupo I participará de um programa terapêutico baseado na estimulação tátil térmica gustativa e o grupo II do programa terapêutico que associará o mesmo programa do grupo I à estimulação elétrica neuromuscular. Os programas serão realizados em sessões diárias durante a semana, excluindo final de semana, perfazendo um total de 15 sessões. Será aplicado protocolo pré e pós-terapia em ambos os grupos para controle da eficácia terapêutica. As análises dos resultados serão realizadas comparando as grupos I e II. E espera-se por fim, melhor compreender, através de controle de eficácia terapêutica, se há diferença entre os programas de terapia propostos e se os mesmos são eficazes na população estudada. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.