Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de Ulva lactuca (Ulvophyceae, Chlorophyta) para a produção de biocombustível e remoção de nutrientes da água do mar

Processo: 12/19844-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Pio Colepicolo Neto
Beneficiário:Aline Paternostro Martins
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo   Remoção de nutrientes   Biocombustíveis

Resumo

As algas marinhas são importantes componentes autotróficos em muitos ecossistemas costeiros e estuarinos, desempenhando um papel relevante nas transformações energéticas e na reciclagem de nutrientes desses ambientes. Esses organismos produzem inúmeros metabólitos interessantes para a indústria, como os carboidratos, que podem ser empregados como fonte de bioetanol. O uso da biomassa algácea como fonte alternativa de energia é recomendável, pois além de ser um recurso renovável, a emissão de CO2 para a atmosfera é neutra, uma vez que parte do carbono liberado na queima do combustível é fixada pela fotossíntese. Além disso, não há necessidade da utilização de terras aráveis para o seu cultivo. Dentro desse contexto, as macroalgas têm sido vistas como potenciais fontes alternativas para a produção de bioetanol, devido a sua alta produtividade, ao alto conteúdo de polissacarídeos e a ausência de lignina. Além dessas características, a possibilidade de cultivo no mar e do cultivo integrado agrega mais valor a esse grupo de organismos. Dessa forma, a avaliação dos efeitos de alguns fatores ambientais utilizando a técnica de desenho fatorial sobre a macroalga Ulva lactuca Linnaeus cultivada em laboratório irá fornecer informações que auxiliarão na implementação do seu cultivo em escalas maiores e na sua utilização para as mais diferentes finalidades. Além disso, a realização do seu cultivo em tanques integrado com peixes propiciará a utilização sustentável dos recursos marinhos do país, sendo relevante para o desenvolvimento econômico do país. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTINS, ALINE P.; ZAMBOTTI-VILLELA, LEONARDO; YOKOYA, NAIR S.; COLEPICOLO, PIO. Biotechnological potential of benthic marine algae collected along the Brazilian coast. ALGAL RESEARCH-BIOMASS BIOFUELS AND BIOPRODUCTS, v. 33, p. 316-327, JUL 2018. Citações Web of Science: 0.
MARTINS, ALINE P.; YOKOYA, NAIR S.; COLEPICOLO, PIO. Biochemical Modulation by Carbon and Nitrogen Addition in Cultures of Dictyota menstrualis (Dictyotales, Phaeophyceae) to Generate Oil-based Bioproducts. MARINE BIOTECHNOLOGY, v. 18, n. 3, p. 314-326, JUN 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.