Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo do efeito da criopreservação sobre as propriedades biológicas das células-tronco mesenquimais provenientes da matriz do cordão umbilical e medula óssea de equinos

Processo: 12/23888-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 10 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Fernanda da Cruz Landim
Beneficiário:Leandro Maia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/17619-9 - Treinamento científico em Proteômica: Aplicação de abordagens proteomicas para avaliar o impacto da criopreservação sobre o nível de expressão proteica em células-tronco mesenquimais de equinos., BE.EP.PD
Assunto(s):Células-tronco adultas   Cavalos   Proteômica   Medula óssea   Medicina regenerativa   Criopreservação

Resumo

As células-tronco mesenquimais (CTMs) tem apontado como uma alternativa promissora para a terapia celular, haja vista a grande capacidade de autorregeneração, a baixa imunogenicidade, os efeitos parácrinos, anti-inflamatórios, imunomoduladores e antiapoptóticos. Propriedades importantes tais como a baixa imunogenicidade e a ausência de reações observadas em implantes alogênicos com CTMs, são características que corroboram para a realização de estudos que avaliem a determinação de meios e métodos de criopreservação que possibilitem a criação de banco de células com elevada taxa de viabilidade e manutenção das características biológicas pós descongelamento para utilização terapêutica. Nesse sentido, o objetivo geral deste estudo é avaliar e comparar os efeitos da criopreservação com diferentes meios de congelamento sobre a viabilidade e propriedades biológicas das CTMs provenientes da medula óssea (CTMs-MO) e matriz do cordão umbilical (CTMs-CU) de equinos. Para isso, amostras da MO e do CU de equinos serão colhidas, processadas e adequadamente caracterizadas previamente à criopreservação mediante a avaliação da capacidade de formação colônias fibroblásticas (UFCF), da expressão ou não de marcadores de superfície celular (CD44+, CD90+, CD34- e MHC-II-), ensaios de diferenciação nas tri-linhagens mesodermais, análise do cariótipo e avaliação do perfil proteíco qualitativo e quantitativo por análise protêomica. Ao término da segunda passagem, as CTMs previamente caracterizadas serão submetidas a criopreservação com quatro diferentes meios de congelamento em sistema de congelação lento. Após três meses de criopreservação as amostras serão descongeladas e comparadas com relação a viabilidade utilizados os marcadores anexina V e iodeto de propídio pela citometria de fluxo, além da análise pelo azul tripan em microscopia de luz. Adicionalmente será avaliada a manutenção UFCF, multipontencialidade, capacidade de expressão ou não de marcadores de superfície celular, ocorrência ou não de aneuploidia através da análise do cariótipo, bem como avaliação do perfil proteíco por análise proteômica. Os resultados obtidos no presente estudo fornecerão informações importantes para o melhor conhecimento da biologia das CTMs da MO e do CU pré e pós criopreservação favorecendo assim a criação de banco de células a partir da(s) melhor(s) fonte(s) (CU e/ou MO) observada(s), utilizando-se protocolo(s) de criopreservação à baixo custo, que terá como finalidade a manutenção de células com boa qualidade para realização de estudos futuros in vitro e aplicação terapêutica imediata na medicina equina e possivelmente outras espécies. Adicionalmente, a análise proteômica das CTMs equinas a fresco e pós-criopreservação confere um caráter inovador ao trabalho por permitir a identificação e melhor conhecimento pós-transducional dos diferentes tipos de proteínas (estrutura, adesão, transporte, sinalização, regulação, antioxidante e outras) que compõem o proteoma das CTMs do CU e MO.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAIA, LEANDRO; DE MORAES, CAROLINA NOGUEIRA; DIAS, MARIANNE CAMARGOS; BAUZA MARTINEZ, JULIA; ODENA CABALLOL, ANTONIA; TESTONI, GIORGIA; DE QUEIROZ, CARLA MARTINS; DIAZ PENA, RAMON; LANDIM-ALVARENGA, FERNANDA C.; DE OLIVEIRA, ELIANDRE. A proteomic study of mesenchymal stem cells from equine umbilical cord. Theriogenology, v. 100, p. 8-15, SEP 15 2017. Citações Web of Science: 2.
MAIA, LEANDRO; DIAS, MARIANNE CAMARGOS; DE MORAES, CAROLINA NOGUEIRA; FREITAS-DELL'AQUA, CAMILA DE PAULA; SILVEIRA DA MOTA, LIGIA S. L.; SANTILONI, VALQUIRIA; LANDIM-ALVARENGA, FERNANDA DA CRUZ. Conditioned medium: a new alternative for cryopreservation of equine umbilical cord mesenchymal stem cells. Cell Biology International, v. 41, n. 3, p. 239-248, MAR 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.