Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da composição das biomoléculas dos venenos das serpentes da família Viperidae nascidas e mantidas no serpentário do Laboratório de Herpetologia do Instituto Butantan

Processo: 13/00267-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Anita Mitico Tanaka-Azevedo
Beneficiário:Karen de Morais Zani
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Venenos de serpentes   Viperidae   Dieta   Bothrops jararaca   Proteômica

Resumo

Os venenos de serpentes são misturas proteicas complexas com atividades biológicas diversas. A composição dos venenos é resultado de múltiplos fatores e sua variabilidade é geralmente relacionada a fatores ambientais e ecológicos. Estudos recentes demonstraram que a composição do veneno das serpentes está intimamente associada à sua dieta. Neste contexto, não ocorre o envolvimento de relações filogenéticas e do fluxo de genes. No entanto, a regulação gênica é considerada um evento importante para explicar a variação da abundância de diferentes proteínas no veneno total. De fato, a diversidade de isoformas dentro de famílias proteicas ou níveis diferentes de expressão de transcritos podem ser responsáveis pela modificação das atividades biológicas dos venenos ao invés do recrutamento de novas famílias de toxinas.No entanto, estudos relacionando a composição do veneno de serpentes mantidas em cativeiro à sua alimentação são escassos. Além de contribuir para a elucidação da evolução dos venenos, a caracterização do conteúdo proteico do veneno destas serpentes apresenta ainda benefícios para a pesquisa científica, para o diagnóstico clínico e para o desenvolvimento de estratégias para a produção de soros antiofídicos. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo avaliar a atividade biológica e a composição proteica do veneno serpentes do Laboratório de Herpetologia do Instituto Butantan, nascidas e mantidas em cativeiro, com a finalidade de compreender a influência do cativeiro na composição do veneno destes animais, assim como de elucidar a relação entre a dieta e a composição do veneno destes animais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HATAKEYAMA, DANIELA M. `; DE MORAIS-ZANI, KAREN; SERINO-SILVA, CAROLINE; GREGO, KATHLEEN F.; SANT'ANNA, SAVIO S.; FERNANDES, WILSON; ANIZ, PATRICIA A. E. A.; TORQUATO, RICARDO J. S.; TANAKA, APARECIDA S.; SANZ, LIBIA; CALVETE, JUAN J.; TANAKA-AZEVEDO, ANITA M. Examination of biochemical and biological activities of Bothrops jararaca (Serpentes: Viperidae; Wied-Neuwied 1824) snake venom after up to 54 years of storage. Toxicon, v. 141, p. 34-42, JAN 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.