Busca avançada
Ano de início
Entree

Taxonomia polifásica de Amycolatopsis spp. isoladas de solo de reflorestamento.

Processo: 13/03972-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Tiago Domingues Zucchi
Beneficiário:Wallace Rafael de Souza
Instituição-sede: Embrapa Meio-Ambiente. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). Jaguariúna , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50243-1 - Diversidade e taxonomia polifásica de actinobactérias isoladas de áreas de reflorestamento, AP.BTA.JP
Assunto(s):Microbiologia agrícola

Resumo

A maioria das espécies de bactérias ainda é desconhecida. Em diversos nichos ecológicos nosso conhecimento com relação à ecologia desses microrganismos é virtualmente inexistente. Além disso, as bactérias, principalmente do grupo das Actinobacteria, são tidas como excelentes produtoras de compostos bioativos para as mais diversas finalidades. Consequentemente, devido a esse potencial biotecnológico gera-se grandes expectativas para novas espécies especializadas a um determinado nicho ecológico. Assim, projetos relacionados à taxonomia e sistemática dessas espécies justificam-se pela importância em aumentar o conhecimento da diversidade microbiana de determinado local e, por conseguinte, auxiliar na preservação do patrimônio genético nacional. O Brasil é hoje reconhecido como uma das maiores áreas de biodiversidade do planeta e, a Mata Atlântica corresponde a uma considerável parcela desse título. Diversos trabalhos com enfoque microbiológico foram realizados em áreas nativas dessa floresta, entretanto, poucos estudos voltaram sua atenção à identificação das espécies bacterianas em áreas restauradas. Além de ser um nicho ecológico interessante para prospecção e exploração de novas espécies de actinobactéria, fragmentos florestais em restauração, são praticamente negligenciados quanto ao estudo de sua diversidade microbiológica. Em nosso laboratório foram isolados Actinobacteria de três áreas de reflorestamento do estado de São Paulo. Algumas desses isolados foram classificados como pertencentes ao gênero Amycolatopsis e apresentaram baixa similaridade com linhagens-tipo em análise comparativa do gene 16S rDNA, evidenciando a possibilidade de serem novos núcleos filéticos (FAPESP: 11/50243-1 e 12/03363-4). Assim, o objetivo desse projeto é melhorar o posicionamento taxonômico desses isolados utilizando uma abordagem polifásica e descrever as possíveis espécies novas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA, WALLACE RAFAEL; SILVA, RAFAEL EDUARDO; GOODFELLOW, MICHAEL; BUSARAKAM, KANUNGNID; FIGUEIRO, FERNANDA SALES; FERREIRA, DOUGLAS; RODRIGUES-FILHO, EDSON; BERALDO MORAES, LUIZ ALBERTO; ZUCCHI, TIAGO DOMINGUES. Amycolatopsis rhabdoformis sp nov., an actinomycete isolated from a tropical forest soil. INTERNATIONAL JOURNAL OF SYSTEMATIC AND EVOLUTIONARY MICROBIOLOGY, v. 65, n. 6, p. 1786-1793, JUN 2015. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.