Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores contextuais e individuais associados ao abuso sexual em meninas: o estudo multi-países em saúde da mulher e violência doméstica contra a mulher da OMS

Processo: 13/05024-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de julho de 2013
Vigência (Término): 14 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ivan França Junior
Beneficiário:Ivan França Junior
Anfitrião: Charlotte Watts
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : London School of Hygiene and Tropical Medicine, Inglaterra  
Assunto(s):Epidemiologia   Delitos sexuais   Saúde da mulher   Análise multinível

Resumo

O abuso sexual de meninas durante a infância é um fenômeno social altamente prevalente. No entanto, seus determinantes são em grande parte desconhecidos. O estudo da OMS-VAW - um esforço mundial para documentar muitas formas de violência contra as mulheres através de conceitos padronizados, métodos e procedimentos - é uma oportunidade de expandir nosso conhecimento sobre as causas do abuso sexual na infância. Até o momento, o estudo foi realizado em 19 locais em 13 países, garantindo amostras representativas de mulheres de 15 a 49 anos. Aqui, o nosso objetivo é estimar os fatores contextuais e individuais que estão associados com o abuso sexual na infância das meninas. A Organização Mundial de Saúde garantiu acesso aos dados dos 13 países. O modelo a ser testado inclui quatro níveis de causalidade: ontogênico, microssistema (família), exossistema (comunidade), e macrossistema (social). Como parte desta abordagem, uma análise multinível será realizada, com três níveis operacionais: indivíduo, local e país. Variáveis individuais incluem a idade do entrevistado, idade no abuso, ninguém de confiança na comunidade; isolamento social; atitudes em relação a papéis de gênero e características familiares, como diferença de idade entre a criança e o agressor; exposição a conflitos entre os pais, a religião; história familiar de violência; status socioeconômico. Variáveis contextuais incluirão no nível local: indicadores de violência da comunidade; sítio urbano / rural-urbano, serviços relacionados com a ASI: crenças religiosas: as atividades do movimento de mulheres, e, a nível nacional, as desigualdades de gênero, desenvolvimento humano; história da guerra (civil ou entre países); adesão aos tratados de direitos humanos; restrições legais ao ASI, indicadores de violência do país, trabalho infantil e desenvolvimento do movimento de mulheres. No nível individual, usaremos modelos de regressão múltipla de Poisson para determinar se os factores individuais influenciam a ocorrência de ASI. Para a análise multivariada, serão incluídos os fatores com p <0,20 identificado em análises uni. A variável será mantida no modelo individual final, quando associado com o resultado ou quando tiver um efeito significativo de confusão sobre outras variáveis (ou seja, uma mudança na medida de risco ajustado de mais de 10%). Depois de realizar análise do nível individual, vamos implementar os modelos multinível. Inicialmente, vamos analisar as variáveis do nível individual (nível 1), seguida pelas variáveis contextuais (níveis 2 e 3). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.